Nos dias de hoje vamos descobrindo algumas #Curiosidades que se passaram ao longo dos anos e que nunca haviam sido faladas. Nas últimas semanas fomos colocando a descoberto alguns segredos dos reis portugueses, como foi o caso da possível homossexualidade de alguns (D. Pedro, D. Sebastião e D. Afonso VI). No entanto não foram apenas estes os casos mais insólitos. Também conhecemos o caso do Padre com 299 filhos e agora o caso de um Rei que era fanático por freiras. Que rei era esse? Porquê esta obsessão?

Uma vez mais, e baseando-nos na publicação da revista Vortex e relatos na Wikipédia, temos o exemplo do Rei Magnânimo - Dom João V - que tinha uma obsessão por freiras.

Publicidade
Publicidade

Este rei, que reinou no século XVI, apesar de ter tido os seus filhos legítimos teve ainda vários filhos ilegítimos, incluindo com freiras. Outro cognome que historiadores lhe atribuem é o de "Freirático" devido a essa obsessão.

Dom João V frequentava assiduamente o Convento de São Dinis em Odivelas e era lá que tinha várias amantes freiras, das quais teve filhos, como foi o caso dos seus três filhos rapazes e duas filhas ilegítimas conhecidos como "os meninos da Palhavã". O mais conhecido é mesmo Dom Gaspar de Bragança, que era filho da Madre Paula desse mosteiro. Este filho acabou por ser reconhecido secretamente em 1742 pelo rei, através de documento secreto que o mesmo escreveu após a sua paralisia e que apenas se tornou publico após a sua morte. Outro dos filhos que o rei teve com a Madre foi Dom José, para o qual o Rei mandou construir um palácio em Lisboa (actualmente onde está instalada a embaixada Espanhola).

Publicidade

Nesta altura, apesar de acharmos estranho, era bastante comum as relações de fidalgos com freiras, e o rei português, comparado ao Rei Sol, não foi nenhuma excepção. Este é mais um caso que nos dias de hoje nos mostram que afinal o que hoje consideramos absurdo, no passado não o era e que actualmente se dão a conhecer ao público de forma a provar que a humanidade tem sempre uma pequena tendência por algo proibido. #História