"Queres casar comigo todos os dias, Bárbara?" já domina os tops de venda em Portugal. Uma história de amor, um romance e um diário de Pedro Chagas Freitas com apenas alguns dias de vida e que já pode ser considerado um sucesso: "Tenho a certeza de que muitas pessoas vão gostar de o ler", considera o escritor que consta na lista dos que mais #Livros venderam em 2014.

O autor do best-seller "Prometo Falhar" revela que todas as suas obras são ficcionais e que esta não é exceção. No entanto, é diferente. A escolha do título é uma homenagem à mulher que ama, "por nenhum motivo em especial, apenas porque ela merece", confessa.

Publicidade
Publicidade

Um diálogo intenso e doce, excessivo e sem medo do ridículo, dá as direções das viagens percorridas na história. "O que liga as pessoas" é a base inabalável de Pedro Chagas Freitas em todas as histórias de amor que escreve.

Depois do sucesso do ano passado, este novo projeto "é uma responsabilidade terrível - mas terrível de boa". "Queres casar comigo todos os dias, Bárbara" vive através de vários olhares. Tal "como a vida", é "uma questão de perspetiva", admite o autor na entrevista exclusiva à Blasting News. #Literatura #Personalidades