Os Tsjuder, banda de black metal norueguesa, revelaram hoje, dia 25, no Facebook, o primeiro avanço do seu próximo álbum. Com o título “Djevelens Mesterwerk”, esta #Música está disponível para uma série de sites de media, parceiros oficiais da banda e da editora. Entre os nomes de sites escolhidos para fazer o stream da nova música incluem-se os influentes Rock Hard (alemão e italiano), Rockzone (espanhol), Inferno (finlandês), Lords Of Metal (holandês), Ultraje (nacional) e a Terrorizer (britânica). “Antiliv” é o nome do próximo álbum da banda e tem data prevista de lançamento a 18 de Setembro.

Quanto a “Djevelens Mesterverk”, que traduzido do norueguês significa a “obra-prima do diabo”, é uma banda que mistura black metal com um ligeiro toque de thrash metal.

Publicidade
Publicidade

Segundo a banda, no press release da sua editora Season Of Mist, as suas letras descrevem o sujeito narrativo como uma reflexão do diabo – ou alguma espécie de demónio – que tem como objectivo primordial infectar o mundo com caos, destruição e negatividade.

A banda também revelou através do mesmo press release que “Djevelens Mesterverk” foi a primeira música que escreveram para o novo álbum “Antiliv” – sem contar com “Ved Ferdens Ende” que se trata de uma regravação de uma música lançada numa demo em 1995.

A banda já tinha revelado anteriormente a capa de “Antiliv” e a mesma pode ser apreciada na galeria de fotos desta notícia. Com a criação a cargo do artista francês Vincent Fouquet (responsável pelos trabalhos de arte de bandas como Melechesh, Himinbjorg e Bethlehem). O álbum contará com oito faixas, onde se incluem as já mencionadas “Djevelens Mesterverk”, “Ved Ferdens Ende”, além da “Demonic Supremacy”, que já tinha sido revelada no concerto dado nos palcos do festival Hellfest no ano passado e que a banda disponibilizou de forma gratuita no site Art, como noticiámos nestas páginas meses atrás.

Publicidade

A edição especial digibox vai trazer cinco faixas bónus onde se incluem versões de ensaio para três músicas do álbum, assim como duas versões, sendo elas “Deathcrush”, original dos Mayhem, e “Unholy Pagan Fire”, original dos Beherit.

“Antiliv” já está disponível para pré-compra, nos formatos em CD normal, vinil duplo em várias cores e na já referida edição limitada digibox, com as cinco faixas extra e outros brindes.