Dan Barret, o homem por trás de projectos como Have A Nice Life, Giles Corey e Enemies List, desvendou uma nova #Música do seu projecto a solo, Black Wing. Desde dia 3 de Agosto que a música “Death Sentences” está disponível no site Noisey. Trata-se de mais um avanço ao álbum “...Is Doomed”, a estreia da nova encarnação musical de Barrett. A data de lançamento está apontada para 25 de Setembro pela editora The Flenser.

Antes de “Death Sentences”, já tinham sido dadas a conhecer duas músicas, sendo elas “If I Let Him In” e “My Body Betrayed Me”. Esta última está disponível em “...Is Doomed” com uma versão masterizada. A faixa conseguiu recolher boas reacções entre os fãs e a crítica.  Segundo a opinião do The Chicago Reader, a música combina uma batida pós-punk mecanizada com um leve toque de guitarras tipicamente shoegaze, com teclados angelicais e a voz multifacetada de Barret, resultando numa música celestial que alberga em si letras devastadoras e desesperantes.

Publicidade
Publicidade

Terminam dizendo que, mesmo quando Barret canta sobre morrer, consegue soar, mesmo assim, um pouco alegre.

Dan Barrett comentou no press release sobre como este projecto nasceu. Referiu que tempos atrás lançou um pequeno EP digital onde simplesmente experimentou com o mais variado software de música. A sua principal influência ou motivação foi depois de ter visto o filme “Drive”, do qual apreciou bastante a banda sonora. O seu título foi “Drive 2 Soundtrack” e saiu sobre a designação de Dan Barrett And The Cruisers. O músico distribuiu-o gratuitamente e depressa se esqueceu do mesmo. Cerca de um ano depois acabou por se cruzar pelo trabalho novamente e sentiu que haveria algo rápido e apreciável em tudo o que seja produção digital: sem afinação, sem qualquer tipo de problemática própria dos instrumentos orgânicos.

Publicidade

Na altura, a sua banda Have A Nice Life estava a acabar as gravações para “The Unnatural World”, pelo que decidiu avançar logo.

Ainda acrescenta que Black Wing surgiu como uma espécie de oposição ao projecto Giles Corey. Enquanto este começou como um projecto apenas acústico, já Black Wing começou como um exclusivamente digital. Tal como todos os projectos de Dan Barret, Black Wing foi gravado pelo próprio na sua casa, mas existiram certas diferenças. Na altura o músico estava a atravessar alguns problemas graves de saúde. Rodeado por todas as espécies de maquinarias, tal como um monitor de coração preso ao coração durante um mês, Dan Barrett, decidiu fazer um disco de chillwave depressivo, enquanto o sol brilhava intensamente fora de casa.

A descrição do autor da sua música é "simplesmente música para ouvir no carro com as janelas em baixo enquanto se sente um pouco melancólico e distraído". O resultado são sete faixas de música lúgubre que mesmo assim é capaz de elevar o espírito, num ambiente ainda que pesado e por vezes claustrofóbico, mas sem dúvida fascinante, fazendo com que “...Is Doomed” seja um dos trabalhos electrónicos mais notáveis de 2015.

Publicidade

O álbum terá sete músicas e estará disponível em vinil e formato digital e está disponível para pré-compras na loja do site da sua editora, The Flenser.