Iron Maiden, uma das maiores bandas de heavy metal do mundo, disponibilizou hoje, 14 de Agosto o seu mais novo vídeo. A faixa escolhida foi “Speed Of Light”, avanço do novo álbum a sair no próximo mês de Setembro, no dia 4. Tendo sido escolhida como primeiro single de “The Book Of Souls”, a #Música está disponível para download para todos os que efectuarem a pré-compra do álbum através do iTunes, estando também disponível através dos sites Spotify e Apple Music. Quanto ao vídeo, o mesmo foi partilhado através do canal oficial da banda no YouTube.

O vídeo de “Speed Of Light” teve como produtor e realizador LLexi Leon, o cérebro por trás do projecto Eternal Descent, que junta heavy metal, livros de banda desenhada, animação, brinquedos e jogos.

Publicidade
Publicidade

Os efeitos visuais estiveram a cargo da The Brewery Production Company, que já trabalhou nos vídeos dos Coldplay, entre muitos outros projectos como os filmes “Sex & Drugs & Rock & Roll” de 2010 e “Spike Island” de 2012. Para Llexi Leon este será o seu primeiro trabalho como realizador e não poderia começar da melhor forma, já que é um enorme fã da banda de heavy metal britânica.

A música “Speed Of Light” foi composta pelo guitarrista Adrian Smith e pelo vocalista Bruce Dickinson, ambos regressados à banda em 1999. O seu vídeo é uma homenagem às quatro décadas de vida da banda contrapostas com quatro décadas de jogos de vídeo, sendo que o centro é obviamente Eddie The Head, a eterna mascote da banda, que viaja pelo tempo e espaço para cumprir a sua missão.

Lembramos que, ainda recentemente, o vocalista Bruce Dickinson se debateu com uma luta contra cancro da língua, do qual se acredita que esteja actualmente completamente recuperado.

Publicidade

Steve Harris, baixista e fundador da banda, declarou numa entrevista recente à revista britânica Kerrang que ninguém na banda, nem o próprio vocalista, desconfiava da sua condição, já que as gravações decorreram todas sem qualquer tipo de percalço e que a sua voz, segundo Harris, está melhor que nunca.

Já Bruce Dickinson, em declarações para a BBC, afirmou que aquilo com que teve de lidar nos últimos seis meses é o mesmo com que muitas pessoas em todo o mundo e com a mesma condição têm que lidar diariamente. A única diferença é que ele é mais conhecido e reúne mais atenção do que uma pessoa comum. Referiu que teve sorte em ter entrado em remissão e estar em franca recuperação. Esclareceu ainda que tinha não um, mas dois tumores, um com três centímetros e meio, do tamanho de uma bola de golfe, e um segundo com dois centímetros e meio, e a crescer cada vez mais.

Em relação à forma como a sua voz foi afectada, o vocalista refere que aparentemente está tudo normalizado. Consegue falar, consegue cantar, no entanto, ainda está em processo de cura e que, como tal, é necessário não forçar e deixar o processo decorrer naturalmente.

Publicidade

Espera-se que a banda volte aos palcos no início do próximo ano, numa digressão mundial de apoio ao álbum duplo, “The Book Of Souls”.

Abaixo o vídeo de "Speed Of Light".