Nascido na actual Sevilha e considerado um dos melhores imperadores romanos, Marco Trajano sempre teve um fascínio por jovens. Mas quem era afinal Marco Trajano? Quando viveu e governou? Qual o seu fascínio sexual? Por que se afirma isto?

Muito se fala de reis e imperadores que por detrás de uma boa governação guardavam os mais sórdidos segredos e fascínios: temos casos de reis portugueses mas também de imperadores romanos, como foi o caso de Trajano. Marco Ulpio Trajano nasceu nos arredores da actual cidade de Sevilha no ano de 53 depois de Cristo, sendo imperador romano desde o ano de 98, tinha na altura 35 anos, até ao ano de 117.

Publicidade
Publicidade

Desde cedo Trajano foi um imperador bastante popular, sendo considerado um óptimo exemplo e o melhor imperador a seguir a César Augusto. No entanto este imperador tinha sérias atracções sexuais por jovens, como é possível ler na obra de Thomas Hubbard "Homosexuality in Greece and Rome, a Sourcebook of Basic Documents".

Entretanto isto não fez com que Trajano deixasse de ser um dos melhores imperadores, na medida em que não podemos esquecer que esta prática sexual e a homossexualidade já havia sido bastante referida sendo prática comum na Grécia antiga, como é exemplo a história de Lesbos. Outros casos reconhecidos e estudados são o caso dos "Pederastas", que eram quem iniciava os jovens rapazes na vida sexual, sendo estes os activos no acto sexual e os jovens a iniciar os passivos.

Um dos casos mais conhecidos, segundo a obra citada, é o do filho do Rei Abgar, rei de Edessa.

Publicidade

De nome Arbandes, este jovem era deslumbrante e de uma beleza ímpar, fazendo com que o seu pai o utilizasse para receber favores do imperador Trajano. Ou seja, o jovem tinha as suas relações com o imperador, e o rei receberia favores em troca. Um dos locais também propício para estes actos eram as termas, e Trajano mandou erguer um número considerável delas.

O historiador grego Cassius Dio refere mesmo que "Vinho juntamente com jovens não faz mal a ninguém", mostrando assim  que a prática destes actos era bastante comum e não era julgada, ao contrário da actualidade, que é considerada pedofilia. Recentemente o diário espanhol "ABC" vem também referir estas orientações homossexuais de Trajano. #História #Curiosidades #Personalidades