Adoro.

Adoro rebolar na areia quando estou molhado. Dizer amo-te só para ouvir amo-te de volta. Cantar bem alto no duche. Lamber a tampa dos iogurtes. Deixar só um bocadinho na embalagem só para não ser eu a deitá-la ao lixo. Apalpar o rabo a quem amo. Beijar de língua no meio da rua. Escrever o que me apetece. Ler o que me apetece. Ser lido por muita gente. Adoro fazer rir. Fazer chorar quando chorar é o que nos faz chegar mais longe dentro de nós. Abraçar o meu pai. Abraçar a minha mãe. Abraçar a minha irmã e as minhas sobrinhas. Abraçar a minha família toda e os meus amigos todos. Estar vivo e adorar. Adoro que me façam cafunés. Adoro o sol quando está sol e a chuva quando está a chover.

Publicidade
Publicidade

Adoro meter o dedo no nariz. Roer as unhas. Dizer piadas que não têm piada nenhuma. Ouvir piadas que não têm piada nenhuma e rir-me que nem um perdido. Rir-me que nem um perdido. Lavar os dentes ao lado de quem amo. Passar os dias ao lado de quem amo. Jogar futebol. Ver futebol. Dizer palavrões quando só os palavrões me libertam. Chocar os velhos do Restelo. Chocar mais ainda os novos do Restelo. Apalpar o corpo todo de quem amo. Acordar para fazer amor. Adormecer juntinho depois de fazer amor. Adoro fazer amor. Inventar novas posições sexuais. Repetir as mesmas posições sexuais de sempre. Adoro arroz com francesinha. Arroz com massa. Arroz com pizza. Arroz com tudo. Adoro ter ideias. Pensar. Ter projectos novos. Adoro sonhar. Passar a tarde a comer porcarias. Passar o dia a comer porcarias.

Publicidade

Passar a vida a comer porcarias. Adoro o que não vem nos manuais. Dar luta ao destino. Ignorar quem me ataca. Acarinhar quem me defende. Adoro o orgasmo. O prazer. Tudo aquilo que posso ter. Ainda mais o que não tenho mas sei que vou lutar para ter. Adoro a minha casa. Os meus gatos. Adoro passar o dia na mimalhice. O olhar das pessoas. Descobrir boa gente. Praticar o impossível. Fazer sempre tudo o que é possível. Saltar. Mergulhar. Brincar. Adoro as crianças. As possibilidades. Jogar. Ganhar. Celebrar. Adoro festas populares. Farturas. Pão com chouriço e a vida com todos.

Adoro.

Adoro adorar. Mas adoro ainda mais amar. Amo amar.

Amo amar a mulher que amo. És tu. Amas comigo? #Literatura