Foi lançado um comunicado de imprensa pela editora dos Hatesphere, a Massacre Records, em que são dadas novidades em relação ao seu novo álbum. A banda dinamarquesa entrou nos inícios de Agosto no famoso estúdio Antfarm Studios, propriedade de Tue Madsen, para registar o novo trabalho e completou recentemente as gravações do mesmo. Nessa mesma comunicação também é revelado o nome do novo trabalho: “New Hell”. A banda documentou o trabalho de gravações na forma de um diário, que está disponível nos sites Metalized.dk e HornsUp.fr, respectivamente.

Esben Elnegaard Kjaer Hansen, o vocalista, mais conhecido como "Esse”, afirmou antes das gravações que aquilo que se poderia esperar era mais um trabalho com os elementos clássicos dos Hatesphere, embora fossem introduzir alguns detalhes surpreendentes, tais como blastbeats.

Publicidade
Publicidade

A banda aparenta ter-se divertido bastante enquanto gravava o novo álbum, fruto em parte da atmosfera fantástica no Antfarm Studios e da colaboração com o Tue Madsen, que produziu, misturou e masterizou “New Hell”, uma parceria que quase já é rotineira. O trabalho de arte foi criado por Niclas Mortensen (que já trabalhou com bandas como Amon Amarth, As I Lay Dying, Protest The Hero, Bring Me The Horizon e Whitechapel).

A banda dinamarquesa surgiu quando a #Música pesada estava em processo de modernização e quando a mistura do death metal com a melodia do thrash e do heavy metal estava a espalhar-se por todo o mundo. Os Hatesphere conseguiram passar depressa do pequeno circuito de bandas dinamarquês para os grandes palcos da Europa, tornando-se uma das grandes promessas da música pesada. A banda foi ascendendo de forma segura, nunca perdendo contacto com as suas raízes.

Publicidade

Apesar das mudanças de formação, desde que “Esse” entrou para o posto de vocalista os Hatesphere ficaram ainda mais fortes, algo que se nota sobretudo em cima dos palcos.

O álbum “New Hell” estará disponível também em edição de digipack limitada, com duas faixas bónus e será lançado a 20 de Novembro de 2015 através da independente alemã Massacre Records. De salientar ainda que a banda vai andar em digressão por solo europeu com os Soilwork em Novembro e Dezembro, não havendo qualquer indicação de que essa mesma digressão passe pelo nosso país, destino algo comum para a banda nos últimos anos.