Nyx, duo alemão feminino de metal extremo, assinaram com a editora independente Agonia Records. Será pela editora polaca que sairá o álbum de estreia, de seu título ”Home”, já com data de lançamento prevista para 30 de Outubro. A banda revelou, através do canal do Youtube da Agonia Records, um trailer onde dá mais detalhes sobre a sua estreia discográfica. Esse mesmo vídeo está disponível para visualização no final deste artigo.

As Nyx são compostas por Blitz na bateria e voz e Vinterbarn na guitarra e voz. Ambas vêm da também banda de black metal Vae Tertium, onde ainda continuam. Além dos Vae Tertium, Vinterbarn ainda tem uma banda com seu próprio nome, que se move mais pelos terrenos do death metal melódico e que contam com uma demo e um EP lançados.

Publicidade
Publicidade

O duo decidiu criar Nyx em 2011 com o intuito de explorar as infindáveis transformações da alma numa dimensão musical.

O álbum de estreia foi gravado e produzido nos estúdios Blackout, onde bandas como Enthroned, Emptiness, Lvcifyre ou os nacionais Corpus Christii já gravaram, tendo como produtor Phorgath, que também é o baixista dos Enthroned.  Segundo as Nyx, em declarações no press-release da Agonia Records, este álbum é a procura que o duo efectuou em conjunto para a sua casa interior, onde darão boas vindas à raiva, ao desespero e ao silencioso ansiar.

Quanto ao trailer, o mesmo revela pequenas secções de músicas do álbum “Home”, combinando com algumas cenas de bastidores, onde levantam o véu sobre o processo de trabalho da banda, com cenas de ensaios, sessões de fotos e gravações do álbum em estúdio.

Publicidade

O álbum de estreia das Nyx será composto por 9 temas (sendo eles “Beyond”; “Chaos Pt. 20 – Black Isle”; “Chaos Pt. 38”;  “Metastases”; “Prelude”; “ S.ave O.ur S.ouls; “Deep”; “Going On”; “Home”; “Swallowed Screaming”) e estará disponível em formato digital e em CD.

Por aquilo que se pode observar no curto trailer, pode-se esperar de “Home” um álbum que tanto agradará aos fãs do black metal mais agreste como Tsjuder, mas também aqueles que gostam de passagens mais melódicas como aquelas presentes no projecto Myrkur.

#Música