O Hope Theatre, em Londres, recebe, a partir desta terça, 20 de Outubro, o musical "Hello Again", cuja autoria pertence a John LaChiusa, norte-americano, e é encenado e produzido pelos portugueses Tânia Azevedo e André Sequeira. O sexo ousado vai ser uma das imagens de marca desta peça baseada na obra "La Ronde" de Arthur Schnitzler, estreada em 1897: "Todas as cenas têm sexo: sexo oral, sexo anal, masturbação, "bondage". Os atores vão estar semi-despidos, em roupa interior e alguns rabos serão mostrados. Os espectadores vão estar muito perto dos atores, por isso acreditamos que seja bastante constrangedor para muitos britânicos", referiu Tânia Azevedo, citada pelo "Diário Digital". "Está na música, tem de se ver! Vê-se tudo: todos os thrusts [movimentos sexuais], todos os orgasmos.

Publicidade
Publicidade

Até o sexo oral está no ritmo", acrescentou Tânia Azevedo.

As experiências de Tânia e André 

A encenadora tem vasta experiência em musicais, o que acontece desde os 14 anos, e os palcos da capital inglesa, onde se tornou na primeira finalista portuguesa do Curso Superior de #Teatro Musical da Mountview Academy of Theatre Arts, são-lhe bastantes familiares. Na carreira sobressaem igualmente adaptações portuguesas, como  "Aladino", "Peter Pan", "Chicagon ou Caos Musical. André Sequeira formou-se também em Londres, tendo escolhido a prestigiada London South Bank University, em 2013, antes de destacar como actor e produtor, agora ao serviço da Play Pen Productions.

Como protagonista de Hello Again surge Miles Western, num elenco que integra também Thea Jo Wolfe, Joshua LeClair, Isabella Messarra e Adam Colbeck-Dunn.

Publicidade

A estreia europeia aconteceu em Londres há catorze anos com os actores Jenna Russell, Matt Rawle, Charles Shirvell e Nigel Richards.

Existe a possibilidade de "Hello Again" ser adaptado ao cinema e a forte componente sexual torná-lo-á comparável a "50 sombras de Grey", baseado na obra da escritora E.L. James, filme estreado em Fevereiro deste ano e que se tornou um fenómeno de audiências um pouco por todo o mundo, com receitas que já atingiram 570 milhões de dólares, aproximadamente 497 milhões de euros. Ao que tudo indica, “As Cinquenta Sombras mais Negras” estreia a 10 de fevereiro de 2017 e “As Cinquenta Sombras – Livre” a 9 de fevereiro de 2018, segundo previsão da Universal. #Entretenimento