Finalmente chegam ao público notícias do próximo álbum dos Anthrax. Segundo o comunicado de imprensa da Nuclear Blast Records, “Evil Twin” é o nome da #Música retirada do próximo álbum da mítica banda norte-americana ainda sem título. O álbum que vai ter lançamento mundial, partilhado entre a Megaforce na América do Norte e Nuclear Blast na Europa, tem data prevista para os primeiros meses do próximo ano. Também disponibilizaram um lyric vídeo para o tema, o qual é possível de visualizar no final deste artigo.

No vídeo, em conjunto com as letras, aparecem fotos dos principais responsáveis das maiores atrocidades dos últimos tempos, com grande foco no terrorismo e no seu efeito devastador para os inocentes que graças a ele pereceram.

Publicidade
Publicidade

É uma denúncia a todos os extremistas que espalham o seu terror sangrento sobre a desculpa de uma guerra santa.

Segundo Scott Ian, guitarrista da banda e quem escreveu as letras do tema, o massacre de Charlie Hebdo teve uma importância fulcral, assim como todos os tiroteios que aconteceram em escolas e cinemas. Foi algo que afectou profundamente o músico norte-americano, afirmando não perceber o que é que poderia levar alguém a pensar que tal acção seria o correcto a fazer. Refere ainda que a sua intenção não foi criticar a religião, apenas as pessoas que vão a esse extremo em que são juízes, júri e carrascos do seu semelhante apenas por este não partilhar as mesmas crenças. Segundo Ian, será este o verdadeiro gémeo malvado (“Evil Twin”) da humanidade. Escrever sobre o assunto foi apenas uma forma de catarse.

Publicidade

Musicalmente, por sua vez o tema é thrash metal clássico, como aquele que a banda nos habituou nos seus melhores tempos. Nada que não fique logo evidente pelo riff de abertura. Em declarações no referido comunicado de imprensa por parte da Nuclear Blast, Charlie Benante, o baterista, reconhece que o riff de abertura é realmente pesado. Reconhece também que o facto de terem feito muitas digressões com Death Angel e Exodus teve preponderância na hora de escrever. Diz ainda que em conjunto com as letras de Scott Ian (guitarrista) e as melodias de Frank Bello (baixista), ficaram com uma música de thrash old school com um forte sabor metálico. Frank Bello termina dizendo que é uma música que implora para ser tocada ao vivo.

A banda começou o processo de gravação no Outono do ano passado, já com o novo guitarrista solo, Jon Donais, naquele que será o sucessor do nomeado para os Grammy, “Worship Music”. Gravaram vinte novas músicas, quase o dobro daquelas que alguma vez levaram para estúdio no passado. Se a expectativa já era alta, agora ainda mais será. Basta ouvir “Evil Twin” para perceber porquê.