Os ingleses Skunk Anansie preparam-se para editar o seu sexto álbum de originais, intitulado "Anarchytecture", no dia 15 de Janeiro de 2016. De acordo com uma notícia publicada no site norte-americano Blabbermouth, o sucessor de "Black Traffic", de 2012, foi produzido nos RAK Studios, em Londres, por Tom Dalgety, que trabalhou anteriormente com bandas como Royal Blood, Killing Joke ou Band Of Skulls. A mistura do registo foi realizada por Dagelty e por Jeremy Wheatley, enquanto a masterização foi entregue ao reputado Ted Jensen do estúdio Sterling Sound, em Nova Iorque. "Anarchytecture" é descrito pela editora no press-release como “uma colecção de temas de rock alternativo e pesado, transbordando de riffs poderosos e do tipo de fogo que pode apenas arder no coração e alma da energética vocalista Skin”.

Publicidade
Publicidade

O novo trabalho foi gravado pela formação clássica dos Skunk Anansie, que junta o guitarrista Ace, o baixista Cass, o baterista Mark Richardson a Skin, cujo nome verdadeiro é Deborah Dyer. O lançamento do álbum será seguido de uma digressão europeia que não prevê qualquer passagem por Portugal. Entretanto, Skin prossegue a sua aparição como convidada na edição italiana do programa Factor X – estudou italiano para fazê-lo – e aparece na capa da edição deste mês da revista Vanity Fair, também em Itália.

Os Skunk Anansie estrearam-se em 1995 com o álbum "Paranoid & Sunburnt" e editariam mais dois discos ("Stoosh" em 1996 e "Post Orgasmic Chill" em 1999) antes de fazerem um hiato na carreira. Regressaram em 2009, lançando "Wonderlustre" no ano seguinte e "Black Traffic" volvidos dois anos.

Publicidade

Neste percurso, tornaram-se uma das mais ilustres bandas rock da cena britânica e europeia, muito por culpa do carisma e energia da vocalista Skin, mas também de uma receita musical a que não falta força, inteligência e melodias irresistíveis. Todos os seus registos marcaram presença na tabela de vendas oficial do Reino Unido e, ao longo dos anos, foram também visita regular aos palcos portugueses, incluindo passagens pelos principais festivais nacionais como o Optimus Alive, Marés Vivas ou Festival do Crato, onde actuaram em Agosto de 2013. #Música