Será já no início de 2016, mais precisamente no mês de Janeiro, que Bryan Adams regressará aos palcos portugueses. O cantor canadiano dará dois #Concertos nos dias 25 e 26 de Janeiro, no Multiusos de Gondomar e na MEO Arena, respectivamente. Os bilhetes para ambos os espectáculos já se encontram à venda nos locais habituais, com preços a partir dos 35 euros.

Estes concertos fazem parte da digressão "Get Up", que serve para apresentar o último álbum de originais do cantor canadiano, que tem o mesmo nome da referida digressão. Este é o 13º álbum da carreira de Bryan Adams e saiu no início deste ano de 2015.

Esta nova digressão de Bryan Adams preencherá grande do ano de 2016, uma vez que começa em Janeiro na Europa e termina em Julho nos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

Segundo informação do site oficial do cantor, estão agendadas datas para diversos países europeus, algumas datas na Austrália e outras nos Estados Unidos e Canadá.

Este será um regresso bastante aguardado pelos muitos fãs do cantor canadiano no nosso país, já que há alguns anos que não existia uma digressão com datas portuguesas. O último concerto em Portugal foi em Junho de 2012, em Lisboa, durante o Rock In Rio desse mesmo ano. Será uma nova oportunidade para todos os fãs ouvirem (ou recordarem) temas como "Summer Of 69", "Please Forgive Me" ou "Everything I Do (I Do It For You)".

Além da carreira musical, Bryan Adams tem também a fotografia como arte, tendo mesmo publicado vários livros dedicados a essa sua faceta, principalmente com fotografias inspiradas em personalidades canadianas.

Publicidade

O cantor chegou a ter uma exposição de fotografias da sua autoria, em Cascais, entre Outubro de 2014 e Fevereiro de 2015. Realce-se que Bryan Adams sempre teve uma relação de proximidade com Portugal, dado que em criança viveu no nosso país, na zona de Cascais.

À parte da #Música e da fotografia, Bryan Adams preenche a sua vida com acções de sensibilização em relação ao meio ambiente e à preservação dos recursos naturais do nosso planeta, sendo um acérrimo defensor dos animais e tornou-se vegetariano há mais de 20 anos.