“The Book of Life”, “O Livro da Vida” em português, é um filme de animação americano do ano 2014, realizado por Jorge R. Gutierrez. Estreou em Portugal em Abril de 2015 e foi mais uma aposta (brilhante) da produtora 20th Century Fox. Embora seja um filme de animação, pequenos e graúdos devem vê-lo. Não só passarão um bom momento, como aprenderão um pouco mais sobre a cultura latina, sobre a morte e as diferentes formas de aceitá-la.

A história começa com três amigos Manolo, Maria e Joaquim. Os três inseparáveis amigos são dotados de características especiais e distintas que irão ter a sua importância no futuro. Manolo, o eterno apaixonado por Maria e um cantor e poeta que usa as suas músicas para celebrar a sua vida e escapar à que a família quer que ele siga como toureiro.

Publicidade
Publicidade

Já Joaquim, filho do herói da cidade, é dotado de força física e heroísmo que usa também para tentar conquistar Maria. Já a protagonista feminina da história, Maria, foi abençoada por uma beleza sem igual mas tem de viver segundo as ordens do seu pai, o mayor (presidente da câmara) da cidade.

A aventura dos três amigos começa com o “Dia de los Muertos” (dia de finados em Portugal), em que é demonstrada a tradição mexicana de festejar os seus mortos, fazendo festas nos cemitérios e oferecendo comida e bebida. Esta tradição existe nos dias de hoje e é uma forma diferente de celebrar os mortos, nunca os esquecendo e sempre recordando a sua vida.

Neste dia, os três amigos, conhecidos pelas suas atitudes rebeldes, são alvo de atenção da Senhora Muerte e Xibalba, os senhores das Terras dos Lembrados e dos Esquecidos, que resolvem apostar qual dos amigos, Manolo ou Joaquim, conseguirá o coração de Maria.

Publicidade

A Senhora Muerte aposta em Manolo, segura do seu coração de poeta, e Xibalba aposta em Joaquim, herói incontestável sem temores ou cobardias. Xibalba representa a imoralidade e maldade, sendo o senhor do reino dos Esquecidos, reino para onde vão as almas dos mortos que não têm a sua vida festejada pelos seus entes queridos. Esta personagem usa dos seus poderes para fazer batota, oferecendo a Joaquim uma medalha mágica que o ajudará a ser corajoso frente a qualquer perigo.

Entretanto, Maria tem de ir estudar para fora da cidade, Joaquim vai para fora ser um herói e Manolo fica a combater o caminho de toureiro que a família quer que siga.

Os anos passam, Maria volta como uma mulher exuberante, ainda mais bonita e interessante do que quando partiu. Joaquim também volta como o herói incontestável. O pai de Maria pede a Joaquim que fique na cidade para os defender dos bandidos, sob a promessa de que a sua filha casará com ele.

Manolo começa então a sua conquista a Maria. Xibalba, a terrível personagem do mal, engana Manolo e este morre.

Publicidade

Assistimos então à viagem de Manolo à terra dos Lembrados em que a festa e a cor existe a todo o momento. Ali a tristeza não tem lugar e estar morto é apenas uma condição.

A história continua com a viagem de Manolo pelo mundo dos Lembrados e dos Esquecidos, em que tem de lutar como um toureiro, tal como toda a sua família, para poder voltar ao mundo dos vivos e ajudar a cidade a combater os bandidos.

O final do filme é o final esperado para um filme de animação, embora com algumas mudanças. É um final feliz, onde o bem é recompensado, e o mal é perdoado e até recompensado de outras formas.

Este filme dá-nos várias lições, entre elas, seguir o caminho da bondade e do bem, mas também a mensagem de que os mortos devem ser lembrados e nunca esquecidos e que a sua vida deve ser celebrada com a mesma alegria com que celebramos a nossa. #Entretenimento #Cinema #Artes