"A improbabilidade do amor" é um livro de Hannah Rotshchild, editado pela ASA. Um romance que o Library Journal diz que é "para quem anseia por uma irresistível mistura de arte e intriga ao jeito de O Pintassilgo, de Donna Tartt(...)". Hannah Rotshchild, para além de escritora, também é empresária e realizadora, tendo já publicado na Vanity Fair, Harper´s Bazaar, Vogue e The New York Times

Este é um livro inspirado na vida da própria escritora, nomeadamente quando várias obras de arte foram roubadas pelos nazis, durante a Segunda Guerra Mundial, à sua família. Segundo o The Independent, é mesmo "perfeito".

Trata-se da história de um quadro que é adquirido por Annie McDee, uma chef falida que gasta o seu último dinheiro na compra da peça que não sabe que é um quadro perdido do século XVIII, chamado "A Improbabilidade do Amor".

Publicidade
Publicidade

E o mote para o romance é o seguinte, como nos é contado no Prólogo: "Ia ser a venda do século. Desde a alvorada que uma multidão começara a reunir-se e, ao final do dia, já se espraiava do monumental pórtico cinzento da casa de leilões, a Monachorum&Filhos (desde 1756) pelo passeio largo, chegando a Houghton Street. Ao meio-dia, tinham sido erguidas barreiras metálicas para manter livre um caminho central e, pelas quatro da tarde, dois porteiros fardados da leiloeira desenrolaram uma passadeira grossa e vermelha, que ia das aflautadas colunas dóricas até ao outro lado do passeio."

O Daily Express refere tratar-se de "Uma criação magnífica. Conta-nos uma tocante história de amor, coloca-nos perante um enigma histórico e apresenta-nos a um mundo secreto e excitante. O seu ritmo é digno da pena de Evelyn Waugh." Já Elizabeth Gilbert autora de "Comer, Orar e Amar" diz-nos que o livro "é um espanto, uma delícia, um inspirado e inteligente festim para os sentidos". 

Uma história que nos remete para a assistência de uma verdadeira peça de teatro tendo como pano de fundo personagens, sons, cheiros e fantasias.

Publicidade

O livro encontra-se traduzido para português por Raquel Dutra Lopes e pode ser adquirido nas grandes livrarias nacionais. 

A escritora é mãe de três raparigas adolescentes e reside atualmente em Londres. #Livros #Literatura #Artes