É oficial: Adele encheu o MEO Arena logo no primeiro dia em que os bilhetes foram postos à venda. No passado dia 26 de novembro foi anunciada a estreia de Adele em Portugal, a propósito da digressão europeia da voz de "Rolling In The Deep". Dois #Concertos foram agendados para os dias 21 e 22 de maio e apenas algumas horas depois de abrirem as bilheteiras chega a notícia de que o primeiro dia está oficialmente esgotado e de que o segundo dia está quase na mesma situação. Essa mesma digressão servirá para promover o seu mais recente trabalho, no qual se inclui o single "Hello" e irá passar por Estocolmo, Oslo, Copenhaga, Hering, Berlim, Hamburgo, Colónia, Zurique, Lisboa, Barcelona, Verona, Amesterdão, Paris e Antuérpia.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a Everything Is New, produtora responsável pela passagem da cantora por solo português, os bilhetes para o concerto de dia 21 esgotaram e para dia 22 também já há poucos bilhetes. Muitas são as queixas no Facebook oficial da produtora da má gestão por parte da plataforma de vendas online Ticketline, devido ao tempo de espera para comprar bilhetes online ou mesmo devido ao facto do site por vezes deixar de funcionar. Outras queixas devem-se às poucas lojas físicas existentes onde fosse possível comprar bilhetes para os concertos. Há quem deixe o testemunho de ter estado horas sem conseguir comprar o bilhete para dia 21, restando apenas a hipótese de comprar um bilhete para o Golden Circle no concerto de dia 22. Estes acontecimentos (enorme tempo de espera e períodos de falta de funcionamento do site) deverão ter sido causados pelo enorme fluxo de acesso ao sítio online. 

Na página online da Ticketline correspondente a estes dois concertos é visível o aviso "Sem Disponibilidade" presente por cima da data da primeira presença da artista.

Publicidade

De acordo com a mesma página, para dia 22 de maio existem ainda bilhetes, com os preços a variarem entre os 45€ e os 85€. Existe ainda o pedido de alguns fãs de uma terceira data, para que seja possível compensar a falta de bilhetes para o primeiro concerto, que esgotaram em menos de 24 horas. Por parte da Everything Is New não existe qualquer informação acerca desta possível terceira data. #Música