Estreia hoje nos cinemas o filme "O Caso Spotlight", um filme baseado em fatos reais, que gira em torno de uma equipe de jornalistas de Boston e da sua investigação, reunindo provas de abuso de crianças por parte de dezenas de padres católicos. O que começou com uma investigação jornalística terminou com uma reportagem premiada e que agora chega aos cinemas.

Durante décadas, os lideres religiosos ocultaram os casos de abuso sexual transferindo os padres de região em região. Contudo, uma equipa do Boston Globe iniciou uma investigação jornalística, decidida a dar a conhecer a verdade e a levar os responsáveis a tribunal. Envolvendo vítimas e arquivos, contrapõe testemunhos e esbarra no sigilo da Igreja.

Publicidade
Publicidade

Em 2002 este caso tornou-se público e chegou aos jornais de todo o mundo. Desde então, vários casos similares foram tornados públicos; muitas vítimas contaram as suas histórias e 249 padres foram condenados condenados por abuso sexual de mais de 1 milhar de crianças, apenas na região de Boston. Houve ainda a renúncia de um cardeal, que foi transferido para o Vaticano.

Durante o filme, foi salientado o nível global do escândalo, referindo casos em diferentes cidades, nomeadamente no Brasil, no Rio de Janeiro e em mais três cidades. Em Portugal, não se registaram casos que comprometessem a hierarquia da Igreja, embora, na década de 90, tenha ficado célebre o caso do padre Frederico. Condenado por pedofilia e assassínio, aproveitou uma saída precária e fugiu para o Brasil, onde vive até à atualidade.

Publicidade

"O Caso Spotlight", dirigido por McCarthy, com nomes fortes como Michael Keaton, Mark Rufalo, Rachel McAdams, Liev Schreiber e John Slattery, é sem dúvida um dos #Filmes que promete concorrer às estatuetas dos Óscares, com seis nomeações nas principais categorias, nomeadamente como Melhor Flme.

No entanto, sentiu-se a sua falta na atribuição dos dos Globos de Ouro, em que não recebeu nenhum Globo. Será que conseguirá deixar a sua marca no dia 28 de Fevereiro e vencer algumas das mais desejadas estatuetas do #Cinema?

Para já sabemos que marca quem vê e marcou profundamente a história moderna da Igreja, mostrando o interior dessa instituição que não pode ficar indiferente. Por tudo isso e muito mais, recomenda-se este filme para esta semana.