Foram imensos os locais que foram descobertos durante a odisseia do povo português pelo mundo. Durante o Tratado de Tordesilhas com o reino de Espanha, Portugal ficou com metade do mundo e colonizou assim vários territórios que ainda não eram considerados países. Esta é a primeira parte de uma lista de 10 territórios que provavelmente não sabia que tinham sido descobertos pelos portugueses. Vamos descobri-los agora. 

1- A ilha Maurícia:

Esta ilha localizada na parte sul de África foi descoberta pelos portugueses em 1505; no entanto, não chegou a ser colonizada pelo reino de Portugal. Em vez disso, em 1598 acabou nas mãos do Império Holandês.

Publicidade
Publicidade

Mais tarde tornou-se numa colónia francesa durante o século XVIII com o nome de "Îlle de France". E em 1814, os britânicos apoderaram-se da ilha e restauraram o seu nome anterior, Maurícia. No ano de 1968 o país tornou-se independente do governo inglês, mas foi só em 1991 que se tornou numa república oficial.

2- As ilhas Comores:

Este país situado na África Oriental foi descoberto pelos exploradores portugueses em 1505, no entanto esta rota já era utilizada pelos árabes para troca de escravos e marfim. A visita dos portugueses foi bastante rápida e as ilhas Comores acabaram por tornar-se numa colónia francesa. No entanto, a partir do século XIX a presença da França nas ilhas começou a diminuir até este país se tornar independente em 1975 e formar a República Federal Islâmica das Comores. 

3- Sri Lanka:

Esta ilha foi descoberta pelos portugueses, os primeiros europeus a chegarem, em 1505.

Publicidade

O navegador português D. Lourenço de Almeida encontrou a ilha envolvida numa autêntica guerra civil e os habitantes totalmente incapazes de se defenderem perante uma força organizada. Assim, os portugueses começaram primeiro por fundar a cidade de Colombo, em 1517, e ao longo dos anos foram estendendo o seu domínio pelas restantes áreas costeiras. Numa tentativa de se defenderem, os cingaleses mudaram a capital do seu reino para o interior do país com um acesso mais difícil, Kandy. 

Foi com a chegada do Império Holandês à ilha, em 1602, que o rei de Kandy pediu auxílio, pois odiavam os portugueses e apoiariam qualquer um que os enfrentasse. Porém, os holandeses só se envolveram na guerra em 1638 e alguns anos mais tarde a cidade de Colombo tinha caído. Em 1660 o Império Holandês tinham o controlo total da ilha, à excepção do reino de Kandy, e os portugueses tinham sido expulsos de vez. A influência dos portugueses na ilha do Sri Lanka foi bastante profunda e nos tempos de hoje ainda é possível encontrar algumas famílias com apelidos de origem portuguesa. 

4- As Maldivas:

A República das Maldivas é um país constituído por 1.196 ilhas, das quais apenas 203 são habitadas, localizado no Oceano Índico.

Publicidade

Este arquipélago foi ocupado pelos portugueses durante quinze anos, entre 1558 a 1573, que administravam o controlo das ilhas a partir da colónia principal de Goa. Porém o domínio português durante estes anos não foi muito apreciado. No final, uma revolta popular acabou por expulsar os portugueses das Maldivas. 

​5- A ilha de Espiritu Santo, Vanuatu:

Perdidas no oceano do Pacifico, no total são 82 ilhas que formam o país de Vanuatu, formando uma das nações menos conhecidas do mundo. Este arquipélago foi originalmente descoberto pelo navegador português Pedro Fernández de Queirós, em 1606. Pensando que se tratava de um continente, o português chamou à primeira ilha que avistou de Espiritu Santo, podendo ser traduzido para "Espírito Santo". No entanto, não houve interesse pela parte dos portugueses de colonizarem a ilha e caiu no esquecimento até ser novamente visitada pelos europeus em 1768 por uma expedição francesa. Atualmente Vanuatu é um país pacifico e tem 113 línguas distintas e inúmeros dialectos, tornando-se num dos países com mais diversidade cultural no mundo.  #História #Curiosidades