O Império Colonial Português foi o primeiro império global da história, sendo mesmo considerado como o mais antigo dos impérios coloniais europeus modernos, chegando a abranger quase seis séculos de existência. Tudo começou na Conquista de Ceuta em 1415 e viria a terminar com a última das colónias portuguesas, Macau, em 1999. Ao longo dos séculos foram vários os territórios onde os portugueses foram os primeiros europeus a chegar. Esta é a segunda parte de uma lista de 10 territórios que provavelmente não sabia que tinham sido descobertos pelos portugueses. Vamos descobri-los agora. 

1- Madagáscar:

Situada no oceano Índico, na costa leste do continente africano, Madagáscar é a quarta maior ilha do mundo.

Publicidade
Publicidade

Foi descoberta pela primeira vez em 1500 por uma expedição portuguesa comandada por Diogo Dias. No século XVI os portugueses, os franceses e os holandeses tentaram tornar a ilha numa colónia, mas nenhuma das potências marítimas teve sucesso. No fim, os piratas acabaram por controlar a costa leste de Madagáscar durante muitos anos até os franceses conseguirem com sucesso colonizar a ilha, no final do século XIX. Madagáscar tornou-se finalmente independente em 1960 e é hoje um estado democrático. 

2- Santa Helena:

Localizada no meio do Oceano Atlântico, Santa Helena é uma das ilhas mais isoladas do mundo. Foi descoberta em 1501 pelo navegador galego João da Nova, que estava ao serviço da Coroa Portuguesa, sendo assim um descobrimento português. O galego João da Nova dirigia-se para a Índia, mas acabou por "tropeçar" num novo território até então desconhecido.

Publicidade

O primeiro habitante permanente da ilha foi o soldado português Fernão Lopes, que viveu na ilha, isolado, de 1515 a 1545. Portugal nunca chegou a colonizar a ilha de Santa Helena e esta acabou, no século XIX, a ser ocupada pela marinha britânica. Foi também nesta ilha que Napoleão Bonaparte veio a falecer durante o seu exílio. 

3- Tristão da Cunha: 

Este arquipélago localizado no sul do Oceano Atlântico foi descoberto em 1506 pelo navegador português Tristão da Cunha, que deu o seu nome à ilha. No entanto, a expedição portuguesa não conseguiu atracar na ilha devido aos imensos penhascos com mais de 600 metros de altura que a rodeavam. Atualmente é uma colónia britânica, assim como as ilhas de Ascensão e de Santa Helena. 

4- Papua-Nova Guiné:

Situado no sudoeste do oceano Pacifico, este país da Oceânia foi descoberto por navegadores portugueses em 1511. Originalmente o território chamava-se Nova Guiné; no entanto, durante os anos seguintes desembarcaram na ilha vários exploradores de outros países e a ilha acabou por ser dividida em três partes: a Alemanha ficou com o território a norte, as terras a ocidente pertenciam à Holanda e a zona do sul era britânica.

Publicidade

Em 1906, os britânicos entregaram a sua parte da ilha à administração da Austrália. Foi com a derrota da Alemanha durante a Primeira Guerra Mundial que a sua parte passou também para a administração australiana. Assim, as partes a norte e a sul fundiram-se numa só e constituíram um novo país com o nome de Papua-Nova Guiné em 1971. 

5- Molucas:

Conhecidas como as "ilhas das especiarias", o arquipélago das Molucas faz parte da Indonésia. Eram um dos segredos mais guardados do comércio oriental. Em 1511-1512 uma expedição portuguesa comandada por António de Abreu teve sucesso e chegou às afamadas ilhas das especiarias. Durante um mês os barcos portugueses encheram-se de especiarias raras para a altura, como a noz moscada e o cravinho.  #História #Curiosidades