Infelizmente, a nível histórico, hoje pouco sabemos sobre a Península Ibérica antes da chegada dos Romanos. No entanto, graças a várias descrições dos gregos, que resistiram até ao nosso tempo, conseguimos ter a noção de vários mitos e as lendas referentes a tempos mais remotos. Narrações que envolvem mesmo heróis gregos e deuses. A Blasting News revela algumas dessas curiosas histórias.

Ibéria

Os gregos assim designavam a nossa península. De acordo com a revista SuperInteressante - Edição Especial #História, Mitos e Lendas de Todos os Tempos, "a primeira fonte a mencioná-la chama-lhe Hibéria, com o h no início por motivos que ninguém sabe explicar.

Publicidade
Publicidade

Trata-se de um nome autóctone que estaria relacionado com o rio Iberus (o Ebro), o qual, por sua vez, deriva do Basco Ibar, que significa rio".

Fundação de Lisboa

Conta-se que Menesteu, Ulisses, Teucro e Menelau, os mediáticos protagonistas da Guerra de Troia, tiveram as suas últimas grandes odisseias na Ibéria. Aqui criaram várias cidades. Lisboa foi uma delas. A capital portuguesa nasceu através de Ulisses.

O fim do mundo ou o paraíso

Sociedades desenvolvidas (como os egípcios) que se encontravam noutros territórios, viam a Península Ibérica como o Paraíso, ou o espaço onde terminava o mundo. Para esta visão muito contribuía o facto de o sol desaparecer a Ocidente, pelo que, segundo as descrições gregas, a escuridão era uma constante. Os Etruscos costumavam referir que os seus deuses viviam na nossa Península.

Publicidade

Os Egípcios designavam os seus falecidos de ocidentais, sepultando-os a oeste do rio Nilo. Os gregos acreditavam que na Península Ibérica situavam-se os Campos Elísios e as Ilhas Afortunadas; para os Semitas existia aqui o Jardim do Éden. Havia quem também achasse que aqui se encontrava o Rio do Esquecimento, o país dos Sonhos, ou o lugar onde decorreu a feroz luta entre deuses e titãs. 

Também curioso é o facto de existirem registos em que os gregos asseguram que em Cádiz o sol, quando se punha, tinha uma dimensão quatro vezes superior ao normal. Para esta perspetiva pode ter contribuído o fato de não se ter conhecimento da existência de mais territórios no mundo, o que dava assim a impressão de que a estrela estaria a aproximar-se da terra, quando esta fazia a ocidente o percurso descendente. #Curiosidades