No passado dia 2, anunciámos que o cartaz da edição portuguesa do evento criado em Barcelona seria lançado hoje, 4 de Fevereiro, às 9 da manhã. A página de Facebook do festival tinha já revelado um teaser que apresentava um foguetão a descolar, à semelhança da metáfora utilizada para revelar o cartaz da edição catalã. Tendo agora descolado, o foguetão surge num vídeo que apresenta a line-up do festival na cidade do Porto. Veja, em baixo, o respetivo vídeo.

Repetem-se vários nomes apresentados previamente no cartaz de Barcelona. Ao duo francês Air, o primeiro nome anunciado (autores do álbum de 1998 "Moon Safari" e da banda sonora do filme "As Virgens Suicidas" de Sofia Coppola), juntam-se nomes de destaque como a cantora britânica e ícone de rock PJ Harvey, a banda islandesa de post-rock Sigur Rós (que já não atuava ao vivo desde 2013) e o fundador dos Beach Boys, Brian Wilson, numa apresentação especial de "Pet Sounds", álbum de 1966.

Publicidade
Publicidade

Para além destes, acrescentam-se os habituais nomes associados à #Música atual, maioritariamente independente, incluindo a dupla americana de dream-pop Beach House, a banda experimental Animal Collective, o quarteto independente de post-rock Explosions in the Sky, o supergrupo alemão Moderat com o seu novo álbum, os Deerhunter, o multi-instrumentalista e produtor Ty Segall (e The Muggers) e a autora de um dos álbuns mais aclamados pela crítica em 2015, Julia Holter.

Ainda dentro das maiores propostas da atualidade, integram-se nomes como o rapper Freddie Gibbs, os post-punk Savages, o som irreverente da banda Titus Andronicus, o canadiano Dan Bejar a frontear os Destroyer, o duo islandês Kiasmos, a banda de rock portuguesa Linda Martini, o eletrónico Sam Shepherd com o projeto Floating Points, a compositora de San Francisco, Holly Herndon, e o rock de garagem dos Parquet Courts, criados em 2010. 

Um dos costumes do festival é também o de reviver êxitos da década de noventa, com o regresso do rock alternativo de Dinosaur Jr., o instrumental norte-americano de Tortoise, o post-hardcore dos míticos Drive Like Jehu, o grunge de Seattle encabeçado pelos Mudhoney, os londrinos Loop, o trio de Chicago Shellac, assim como as lendas do metal alternativo/hardcore punk, Unsane.

Publicidade

A lista não termina aqui e o resto do cartaz introduz ainda múltiplos nomes de géneros variados e de alta qualidade, como é o caso de Protomartyr, Royal Headache, Neil Michael Hagerty & the Howling Hex ou Algiers, Fort Romeau e The Black Madonna, Wild Nothing, Car Seat Headrest, Roosevelt, o projeto White Haus de João Vieira, o electropop experimental dos Sensible Soccers, Autolux, Manel, Cass McCombs, Mueran Humanos, BEAK> e Bardo Pond.

De fora ficaram nomes que estarão presentes em Barcelona mas não no Porto, embora alguns já tenham presença marcada noutros #Festivais portugueses, como é o caso de Radiohead e Tame Impala, assegurados no NOS Alive.

Os bilhetes gerais para o NOS Primavera Sound estão atualmente à venda pelo preço de 90€, nos locais habituais.  #Concertos