O leitão é uma das iguarias mais apreciadas em Portugal. O Leitão da Bairrada é considerado como uma das 7 maravilhas da gastronomia lusitana. Qual será a #História deste pitéu? Revelamos um pouco da história deste prato.

De acordo com Pedro Costa, num artigo que redigiu para o “Diário Regional”, os “Cadernos de Refeitório, um manuscrito conventual” (1743), apresentam uma receita de leitão que é muito semelhante ao da Bairrada.

Não existe uma versão consensual sobre o aparecimento. Entre as histórias que se contam, uma parece relacionar a Casa Bairradina: "É das poucas casas que tem o forno dentro da cozinha e, por isso, todos os pratos que nascem na Bairrada têm a ver com o forno", refere ao Diário as Beiras António Duque, da Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada.

Publicidade
Publicidade

Sabe-se que em 1910 o leitão não fazia parte da alimentação da maioria das pessoas. Eram raras as pessoas que já o tinham saboreado. O leitão era comido em algumas datas de grande importância.

No entanto, não deixa de ser curioso que no século XIX, existisse uma ementa que chamava a atenção dos pobres e dos ricos: a Cabidela de Leitão (um prato que, diga-se, ainda hoje é muito apreciado na zona da Mealhada). Contudo, este prato refletia diferenças entre as classes sociais. Nos pobres, a cabidela era apenas molho e batatas e ia forno numa caçoila de barro preto. Para os ricos, a cabidela era constituída por batata e miudezas de leitão. Era feita num tabuleiro que ia ao forno e simultaneamente era assado o leitão.

Durante décadas, na Bairrada, o Bísaro era a raça escolhida para a preparação desta maravilha portuguesa.

Publicidade

Com o tempo foi-se percebendo que existem raças que se desenvolvem muito mais rapidamente, merecendo  assim mais atenção dos comerciantes. 

Na segunda metade do século XX, o leitão passou a estar na moda. Em 1995, em Sangalhos, abriu portas a Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada. De acordo com o site Leitão da Bairrada, aquela entidade tem como "objectivo primeiro e primordial a divulgação dos valores culturais e gastronómicos da região, levando a cultura e costumes Bairradinos a todos os pontos por onde passa e onde é convidada a comparecer". #Culinária #Curiosidades