Situada no Largo da Feira, junto à Universidade de Coimbra, a Sé Nova é um símbolo da cidade dos estudantes. É o espaço religioso local com mais arte. Esta obra remonta aos últimos anos do século XVI, sendo construída como a Igreja do Colégio dos Jesuítas (O Colégio das Onze Mil Virgens). Baltazar Álvares foi o arquiteto responsável pelo projeto. O plano de construção teve forte influência do modelo da Chiesa di Gesu, em Roma

De acordo com o site portugal.info, o colégio jesuítico de Coimbra foi o primeiro colégio do género a surgir à escala mundial. 

"A Companhia de Jesus, aprovada por Paulo III, pela bula Regimini Militantis Ecclesiae, de 1540, visava cultivar o carisma missionário, de tal modo que no conjunto de várias instituições reformadoras do catolicismo romano desde logo se manifestou numa constante prática de pregação", conta José Eduardo Reis Coutinho no livro "Sé Nova de Coimbra - Colégio das Onze Mil Virgens - Igreja dos Jesuítas". 

O bispo D.

Publicidade
Publicidade

Afonso Castelo Branco colocou a primeira pedra a 7 de Agosto de 1598. Estava dado o passo inaugural para a fundação da Igreja do Colégio da Companhia de Jesus. Contudo, as obras só foram concluídas muito tempo depois. Foi a 1 de Janeiro 1640 que foi sagrada. Mas, enquanto templo, a inauguração decorreu... em 1698.

Em 1759 os jesuítas acabaram por deixar a Igreja. Vale a pena recordar que, naqueles anos, por ordem de D. José e do ministro Marquês de Pombal, houve uma intensa política de perseguição aos Jesuítas. 

Em 1772, o Bispo D. Francisco de Lopes Pereira Coutinho explicou ao rei D. José que a Igreja do Colégio da Companhia de Jesus não tinha naquele momento qualquer funcionamento e a Sé Velha não tinha espaço suficiente para receber por exemplo os vários Cónegos, nem tinha condições para a liturgia.

Publicidade

Por estas razões, a 19 de Outubro de 1772 a Igreja do Colégio da Companhia de Jesus recebeu novos "poderes", passando então a ser chamada de Sé Nova.

Mais tarde foi extinta em Portugal a Companhia de Jesus. Os edifícios passaram a estar sob o domínio da Universidade e do Cabido.

A Sé Nova encontra-se aberta das 9h às 18h30, de segunda a sábado e das 10h às 12h30 ao Domingo.

O que visitar na igreja? 

A decoração da igreja é de grande qualidade. Existem retábulos de talha dourada dos finais do século XVI e paredes com azulejos multicolores.

Encontram-se aqui imagens de santos jesuítas (São Francisco Xavier, São Luís Gonzaga, Santo Inácio, São Francisco de Borja) e de apóstolos (São Paulo e São Pedro).

Destaque também para o cadeiral feito de bronze e madeira exótica, datado do século XVII. #Turismo #História #Curiosidades