O metal não abandona Vagos e surge a primeira edição do Vagos Metal Fest, novamente na Quinta do Ega, em Vagos, Aveiro. Os dias 13 e 14 de Agosto foram os escolhidos para apresentar aos festivaleiros um cartaz repleto de bons nomes nacionais e internacionais. Os primeiros #Concertos da tarde de ambos os dias estão agendados para as 17h. Os bilhetes vão desde 30€/pré venda ou 35€ no próprio dia (diários) a 45€/pré venda ou 50€ no próprio dia (passe 2 dias) e podem ser adquiridos nos locais habituais.

Desde 2009 que Vagos se veste de negro uma vez por ano e recebe um festival dedicado à #Música mais pesada. Em Setembro de 2015 a organização desse festival (VOA) comunicou a mudança de local, deixando assim Aveiro.

Publicidade
Publicidade

O Município de Vagos prometeu de imediato que não ia ficar parado e que iria fazer de tudo para trazer a música de volta à sua vila. O que ninguém esperava era que conseguissem, por mais vontade que tivessem, trazer já este ano novidades.

O inesperado acontece!

O Município de Vagos junta-se então à nova organização "Amazing Events" e cria o Vagos Metal FestMuda o nome, muda a organização, mas o local mantém-se. A Quinta do Ega já fazia parte do mapa como destino obrigatório em Agosto para milhares de festivaleiros e vai continuar.

De imediato começou o zunzum de como seria composto o cartaz em tão poucos meses. Uns acreditavam que seria uma primeira edição só com nomes nacionais, outros aproveitavam para pedir nomes internacionais de peso!

Para grande surpresa e para despertar de expectativa sobre o que poderia ainda vir, surgiram os primeiros nomes no dia 25 de Maio.

Publicidade

Vindos da Suécia chegam os Dark Funeral, que são um dos nomes mais aclamados dentro do Black Metal e a sua paragem no festival desde logo convenceu muitos a confirmarem a sua presença em Vagos. Os portugueses RAMP, que desde 1992 conquistaram o público português, também participam.

Os Discharge, vindos de Inglaterra, vão apresentar-se na Quinta do Ega com a sua formação clássica para arrebatar com o seu som único, com influência de mistura explosiva de punk/hardcore/thrash e speed metal. Godvlad encerra as novas confirmações. A banda fundada em Aveiro tem tido boas críticas e vai apresentar o seu novo EP “Dark Streets Of Heaven”, lançado este ano.

O festival ia ganhando vida e a organização ouvia todos os comentários, críticas e pedidos, tendo acedido a alguns, como foi o caso de os portadores de bilhetes de apenas 1 dia poderem acampar.

Neste momento o cartaz está praticamente fechado, faltando apenas a banda de abertura para o primeiro dia.

As bandas confirmadas para sábado, 13 de Agosto, são: RAMP; Vektor (“space metal” vindo dos EUA); Betraying The Martyrs (deathcore diretamente de França); Fleshgod Apocalypse (os italianos regressam a Portugal com o seu Death Metal sinfónico); Dark Funeral e Bizarra Locomotiva (rock-industrial tão bem conhecido e admirado pelo público português).

Publicidade

Para os segundo dia, domingo, 14 de Agosto, podem contar com Godvlad a abrir o festival às 17 horas, Heavenwood (banda portuense de culto que se encontra a promover o seu último trabalho “The Tarot Of The Bohemians - Part I”); Tribulation (quarteto sueco que surpreende com a sua mistura de death metal/ heavy/ thrash metal com rock clássico); DischargeFinntroll (os tão conhecidos finlandeses que praticam folk Metal); Helloween (os pais do power/metal celebram 30 anos de carreira) e a última banda anunciada, os portugueses Moonspell (considerada a melhor banda de metal de Portugal).

Apesar de oficialmente o festival só começar no dia 13, é possível aceder ao campismo já no dia 11 (quinta-feira), tendo direito a festa de recepção ao campista no dia 12 na zona comercial (depois do recinto dos concertos).

Existirão também transportes de e para as zonas de paragem, quer de autocarro ou comboio, para facilitar quem tem que se deslocar dessa forma.

Portugal ganha assim mais um festival de música! #Festivais