Durante quase 800 anos, Portugal foi uma monarquia. Existiram 4 dinastias e 34 monarcas. Contudo, apesar do que aprendemos na escola, existe muito para descobrirmos sobre os nossos reis. Damos agora a conhecer algumas #Curiosidades sobre alguns monarcas portugueses. #História #Personalidades

  • O livro "A Mesa dos Reis de Portugal" revela que D. Afonso VI era viciado nas comidas, no tabaco e no chocolate. Os seus exageros levaram a que, em 1670, fosse sangrado 4 vezes. 
  • O Rei D. Sancho I, de acordo com Maria João Violante Branco, no livro "Sancho I",  nasceu com o nome de Martinho. O seu nome foi alterado para Sancho, depois do falecimento do seu irmão D. Henrique, que era o natural herdeiro da coroa portuguesa. 
  • O Rei D. José, com o terramoto de 1755 de Lisboa, ganhou um trauma: não conseguia estar em edifícios. A partir da catástrofe ocorrida na capital portuguesa, passou a residir em tendas. 
  • O Rei D. Duarte tinha uma visão muito moderada sobre a alimentação ,para um monarca da época. Considerava que comer em excesso não era positivo, chamando a atenção que as carnes e gorduras em demasia poderiam trazer problemas de saúde. Esta informação foi também apresentada no livro "A Mesa dos Reis de Portugal".
  • Para o site arautosdelrei, D. João VI tinha sempre nos bolsos... coxas de frango. Também existem relatos que indicam que tinha medo da trovoada. 
  • Se excluirmos os reis Filipes, D. Sancho II é o único monarca que se encontra sepultado fora de Portugal (na Catedral de Toledo, em Espanha). 
  • De todos os reis portugueses, só D. Maria II não nasceu no território actual de Portugal. A futura rainha nasceu no Rio de Janeiro, no Brasil.
  • Foram 4 os reis que viveram mais do que 70 anos: D. Filipe II (falecido aos 71 anos), D. João I (76 anos), D. Afonso Henriques (76 anos) e D. Maria I (82 anos).
  • O site Casarealportuguesa conta que D. Manuel II queria trabalhar na marinha, mas o sonho nunca se concretizou. A morte trágica do irmão, D. Luís Filipe, obrigou-o a assumir o trono.
  • O site cooltourlisbon avança que D. Dinis foi, provavelmente, o primeiro rei português que sabia ler e escrever.
  • D. Pedro V morreu com apenas 24 anos. Não deixando descendentes, foi o seu irmão, D. Luís, que lhe sucedeu na coroa portuguesa.
  • D. João II tinha um único filho, que morreu novo. Assim, a coroa acabou por passar para o seu parente mais próximo, o seu cunhado D. Manuel I.
  • De acordo com Raul Brandão, no livro "João VI", é muito provável que D. Miguel não fosse filho de João VI. Este autor acredita que o pai deste rei terá sido o Marquês de Marialva. Contudo, outro autor, Barreto Feio, aponta que o pai de D. Miguel poderia ser um jardineiro.
  • O historiador Harold Johnson conta no seu livro, "Dois Estudos Polémicos", que D. Sebastião pode ter sido vítima de pedofilia aos 10 anos. O violador terá sido um padre jesuíta.
  • De acordo com a revista Sábado, D. João V engravidou 3 freiras.