"Estreia" é o nome da exposição que estará patente no Museu Municipal Carlos Reis em Torres Novas e que relembra o ano da estreia de Virgínia Dias da Silva, atriz torrejana nascida em 1850. O Museu vai celebrar a vida e o talento de alguém que, aos 23 anos, foi considerada a maior atriz portuguesa. Dama do #Teatro Nacional, Virgínia era frequentemente comparada pela imprensa a Sarah Bernhardt ou a Julia Bartet mas, no final da sua carreira artística, Virgínia da Silva não encontrou a glória, nem a imortalidade dos espíritos mais talentosos. "Estreia" é uma mostra de rostos, das letras e dos amores da atriz.

A Associação Protectora da Infância atribuiu-lhe em Dezembro de 1919 o diploma de sócia benemérita.

Publicidade
Publicidade

Em 25 de Maio de 1906, Virgínia despediu-se dos palcos com a peça O Marquez de Villemer, comédia em quatro actos de George Sand, no papel de Carolina de Saint Geneix. O programa, na sua primeira página, intitula a actriz Virgínia com os termos de eminente e inolvidável. 

Em Junho de 1920, o Presidente da República, António José de Almeida, atribui-lhe o grau de comendador da ordem de S. Tiago da Espada, "atendendo aos excepcionais talentos artísticos e aos serviços prestados ao teatro nacional".

Virgínia Dias da Silva faleceu no dia 19 de Dezembro de 1922. Coube a Santos Tavares a leitura do discurso fúnebre de homenagem à actriz. Os restos mortais encontram-se sepultados no Jazigo dos Artistas Dramáticos, no cemitério dos Prazeres, em Lisboa. 

Virgínia da Silva e o seu grande talento ficaram sempre perpetuados na memória de todos os torrejanos.

Publicidade

Exemplo disso é hoje o Teatro ao qual a cidade atribuiu o seu nome, em sua memória.

A inauguração da exposição será nesta quinta-feira dia 27, às 21h00, no Museu Municipal de Torres Novas e contará com a participação especial do Teatro Meia Via, Associação Cultural de Torres Novas que apresentará uma leitura encenada da peça Frei Luís de Sousa, da qual Virgínia da Silva foi em tempos protagonista. 

A exposição estará patente no Museu Municipal Carlos Reis em Torres Novas entre os dias 27 de Outubro e 27 de Dezembro.  #TorresNovas