Nem todos são conhecidos no plano internacional hoje em dia. Contudo, são nomes que marcam a #História de Portugal, mas também a do mundo. Damos a conhecer, em duas partes, os nomes que mais impacto tiveram à escala mundial. Descubra quem são. 

  • Papa João XXI - Pedro Hispano foi o único papa português. Esteve apenas 8 meses no Vaticano. Após reuniões muito agitadas (alguns cardeais foram agredidos), foi nomeado Papa em setembro de 1276. Para a história ficam dois estranhos fatos. Tudo parece indicar que terá esquecido um pormenor importante ao escolher o seu nome papal... Ele devia ter sido João XX e não João XXI! Que se saiba, nunca houve um João XX! Outra curiosidade foi a duração do seu curto mandato, que terminou com a sua bizarra morte. A 20 de maio de 1277 descansava no seu quarto, em Viterbo, quando estranhamente as paredes caíram, acabando por lhe roubar a vida. Morte premeditada ou só azar?
  • Infante D. Henrique - Foi um dos impulsionadores do início dos descobrimentos portugueses. De acordo com o site da RTP,  "é ele que incentiva as primeiras viagens à descoberta de novos territórios e é também do Algarve, onde viveu, que partem as expedições para a conquista de diversas praças no Norte de África".
  • Rei D. João II - Foi o primeiro monarca português a apostar verdadeiramente nas descobertas marítimas, dando assim continuidade aos projetos do infante D. Henrique, seu tio-avô. Foi ele que assinou o célebre Tratado de Tordesilhas. O acordo que, recorde-se, estabeleceu com os reis de Castela que metade do mundo podia ser descoberto e dominado por Portugal, outra parte por Castela.
  • Rei D. Manuel I - Sucedendo ao seu cunhado D. João II, D. Manuel I deu sequência ao projeto do seu antecessor. Foi no seu reinado que se descobriu o caminho marítimo para a Índia e o Brasil. Portugal começava a ser um dos países mais ricos da Europa.
  • Vasco da Gama - Em 1497 Vasco da Gama descobriu o caminho marítimo para a Índia. Foi uma proeza que muitos países invejaram. Estava em jogo descobrir a rota marítima que facilitasse o transporte das mercadorias e que garantisse o monopólio comercial. 
  • Rei D. Luís - Não é considerado um dos melhores monarcas de Portugal, mas também não é dos piores. Contudo, inscreveu o seu nome da história mundial ao fazer de Portugal o primeiro país a abolir a pena de morte.
  • Carmen Miranda - Nascida em Marco de Canaveses, em 1909, emigrou aos 3 anos para o Brasil. Foi no país irmão que cresceu e acabou por adquirir nacionalidade brasileira. Brilhou como cantora e atriz no Brasil e nos Estados Unidos (onde tem uma estrela no Passeio da Fama). Dos seus vários sucessos, é talvez de destacar "O que é que a Baiana Tem?", uma canção que ainda hoje está na moda.
  • Aristides Sousa Mendes - Cônsul em Bordéus durante a segunda Guerra Mundial, recusou obedecer às ordens de Salazar e emitiu 30.000 vistos para que todos os que fugiam das loucuras de Hitler pudessem rumar a Portugal. Ao ter conhecimento das atitudes de Aristides, o ditador português demitiu-o e o ex-cônsul viveu em Portugal com grandes problemas financeiros nos últimos anos. Contudo, os judeus refugiados, gratos pelo gesto, ajudaram-no. Os seus atos merecem o reconhecimento no Yad Vashem.
  • Amália Rodrigues - Considerada a maior fadista de todos os tempos, é sem dúvida uma grande referência de Portugal. Durante décadas, Amália cantou e encantou em concertos dentro e fora de Portugal. Japão e Argentina foram alguns dos muitos países onde atuou. 
  • Eusébio - Um dos maiores futebolistas de sempre, brilhou no Benfica e na Seleção Portuguesa nos anos 60 e 70 no século passado. Disputou grandes duelos com o amigo Pelé, outra das grandes estrelas do futebol. É considerado a grande referência desportiva da história do Benfica e um dos símbolos de Portugal.

#Curiosidades #Personalidades