"Fragmentado" (Split, no original), o último filme de M. Night Shyamalan, liderou as bilheteiras no seu fim-de-semana de estreia, tendo arrecadado uns significativos US$40.2 milhões só no mercado norte-americano, e mostrou a surpreendente boa forma do realizador de origem indiana. O filme tem como protagonista um multifacetado James McAvoy, que se desdobra em 23 personalidades diferentes, precisamente o número de personalidades que habitam o seu personagem Kevin. Trata-se de um homem que sofre de um grave distúrbio de personalidade e, apesar de acompanhado por uma psiquiatra, nada parece conseguir travar o surgimento de uma vigésima quarta personalidade, mais perigosa e imprevisível, a quem ele próprio chama de "Beast" (monstro), e que ameaça dominar as outras todas.

Publicidade
Publicidade

Tudo isto seria irrisório não fosse o facto de Kevin manter trancadas na sua casa 3 raparigas adolescentes que tentam a todo o custo arranjar forma de fugir ao lidar com as múltiplas personalidades do seu captor.

O filme assume contornos de thriller com piscadelas de olho ao terror, não só pelo tema, como pelos cenários e os próprios actores. A psiquiatra de Kevin, a Dra. Fletcher, é interpretada por Betty Buckley, a professora de Educação Física na versão original de "Carrie", de 1976, um dos mais icónicos filmes de terror da história do #Cinema. Anya Taylor-Joy, uma das adolescentes raptadas e aquela que assume maior destaque na trama, protagonizou o filme de terror "A Bruxa" (The Witch, 2015). É ainda muito provável que os fãs do género reconheçam inspiração em "Saw" e no mais recente "10 Cloverfield Lane" (2016).

Publicidade

Estão então reunidos os ingredientes para absolver M. Night Shyamalan de mais de uma década de fracassos sucessivos nas bilheteiras e do consequente desinteresse dos críticos, que não perdoaram a inconstância do seu trabalho atrás das câmaras desde o aclamado – e ainda hoje considerado a grande obra-prima do realizador – "O Sexto Sentido" (1999). O filme elevou a fasquia ao transformar Shyamalan no mestre dos twists, mas esta sua assinatura criativa acabaria por ser a sua maior armadilha.

Desde então, o realizador tem coleccionado fracassos e chuvas de críticas, entre os quais se destacam "A Vila" (2004), "O Acontecimento" (2008), "A Senhora da Água" (2006), e, sobretudo, "O Último Airbender" (2010) e "Depois da Terra" (2013). A estrela da sorte do realizador começou a mudar em 2015 com a estreia de "A Visita", um filme de terror de baixo orçamento que se revelou um relativo sucesso mundial e deixou os mais cépticos na dúvida entre dar uma nova oportunidade ao realizador ou assumir que se tratou de um esporádico momento inspirado.

"Fragmentado" é portanto a prova de fogo e tem surtido um efeito inesperado, batendo os seus concorrentes na luta das bilheteiras. O filme estreia em Portugal a 2 de Fevereiro. #JamesMcAvoy #MNightShyamalan