Continuamos a revelar a origem dos apelidos portugueses. Os sobrenomes portugueses têm várias origens, nomeadamente árabe, judaica, católica, profissões, ou determinadas caraterísticas. Neste artigo damos a conhecer as raízes de alguns dos mais populares sobrenomes começados por B. Descubra as suas origens.

Baião - O apelido começou a ser utilizado por membros da nobreza proprietários das propriedades de Baião. Provém de um D. Arnaldo. Não se sabe exatamente quais as origens deste homem, mas pensa-se que tenha chegado no século X à Península Ibérica.

Balsemão - Sobre este apelido sabe-se que foi tirado da terra de Balsemão, que fica próxima de Lamego.

Publicidade
Publicidade

De acordo com Manuel de Sousa, em "As Origens dos Apelidos de Língua Portuguesa", "a povoação foi incorporada na casa dos Morgados, sendo-lhes no século XIX atribuído o título de viscondes".

Barata - Segundo o site geneanet, é "um apelido que foi, possivelmente, tomado de uma profissão: o comerciante, o negociador. Em Portugal, barata era um antigo título de dívida, contrato, permuta". As informações históricas indicam que o primeiro Barata em Portugal que conseguiu passar o apelido para as gerações seguintes (os seus descendentes terão levado o apelido também para o Brasil) terá sido Estevão Barata, e seria residente em Oleiros. Terá vivido no século XV. No entanto, antes, através das inquirições do Rei Afonso III, temos conhecimento de que existia um Pedro Barata.

Barbosa - Este apelido provém do couto de Barbosa, em Penafiel.

Publicidade

Sancho Nunes de Barbosa, nascido em 1070, terá sido o primeiro a usar este apelido. Nos séculos XIII e XIV, o apelido perdeu força, porém, e de acordo com a Wikipédia, é atualmente o 44º apelido mais frequente em Portugal, sobretudo na região Norte.

Barros - É um apelido sobre o qual não temos muita informação sobre as suas origens. Pensa-se que poderá ter nascido a partir de Barros, do antigo concelho de Regalados (hoje parte da freguesia de Pico de Regalados, Gondiães e Mós, em Vila Verde).

Barroso - D. Egas Gomes Barroso,que viveu nos anos 1100, proprietário de um solar e de uma torre, foi o primeiro a usar este apelido. O nome terá vindo da região de Barroso (mais concretamente, Sipiões), em Trás os Montes.

Bastos - Apelido que terá sindo inspirado na terra de Cabeceiras de Basto. A primeira pessoa a ter usado este apelido deve ter sido D. Egas Viegas Barroso... filho do primeiro homem que usou o apelido Barroso em Portugal (D. Egas Gomes Barroso). Note-se que, na Idade Média, existia no Minho uma unidade judicial numa sub-região com características geográficas próprias, as "Terras de Basto".

Publicidade

Atualmente, três concelhos vizinhos partilham o nome: Cabeceiras, Celorico e Mondim de Basto.

Borges - As origens deste apelido não são claras. O primeiro Borges de que se tem registo em Portugal, é Gonçalo Borges, que foi mencionado nas Crónica de D. João I. No entanto, reza a lenda que, no século XII, o cavaleiro português Rodrigo Anes, colaborou com o rei francês Filipe Augusto, ajudando a defender a vila gaulesa de Bourges. Os seus feitos valeram-lhe o título de Chevalier de Bourges, o que em Portugal passou a ser traduzido para Borges. #História #Curiosidades