Os #Deep Purple, que trouxeram recentemente a Portugal a “The Long Goodbye Tour” [VIDEO] são sem dúvida uma banda icónica do rock mundial, mas ao longo dos tempos os membros da banda sofreram constantes alterações, e ainda há a considerar um hiato que durou oito anos, entre 1976 e 1984. Ian Paice (bateria) e John Lord (teclas) fundaram os Deep Purple em 1968. Ian Paice é o membro mais antigo estando com a banda desde o início [VIDEO], John Lord abandonaria em 2002 e viria a falecer em 2012, desde 2002 que Don Airey é o teclista da banda. Don Airey tem um extenso currículo ao já ter colaborado com bandas bem conhecidas tais como Judas Priest, Rainbow, Black Sabbath ou Whitesnake.

Publicidade
Publicidade

Ian Gillan, vocalista com mais anos de Deep Purple, já saiu da banda em duas ocasiões, tendo regressado em 1992. Pelo meio, os Deep Purple gravaram um álbum com Joe Lyn Turner, que já havia colaborado com os Rainbow e com Yngwie Malmsteen, três álbuns com Rod Evans (ainda nos anos 60) e três álbuns com David Coverdale, vocalista dos Whitesnake.

Ritchie Blackmore é sem dúvida o guitarrista mais icónico dos Deep Purple, mas acabou por abandonar em 1993 por divergências com os restantes elementos da banda. Joe Satriani viria a fazer a tournée no Japão e na Europa nesse com os Deep Purple, foi convidado a ser um elemento permanente, mas a sua prioridade continuaria a ser a sua carreira a solo. Nos anos 70 (1975/76), Tommy Bolin ainda chegou a pertencer à banda, mas acabou por falecer devido a uma overdose de heroína.

Publicidade

Steve Morse é o guitarrista da banda desde 1994.

No baixo, e apesar de um período de ausência de onze anos, Roger Glover é o ícone da banda no que diz respeito a este instrumento musical. Desde 1984 que é um membro contínuo da banda e já o tinha sido entre 1969 e 1973. Nick Simper e Glenn Hughes foram os outros baixistas de serviço. #The Long Goodbye Tour #UHF