Continuamos a dar a conhecer as origens de alguns dos mais comuns apelidos portugueses. Desta vez revelamos os sobrenomes começados por D, E, F. Mais uma aventura pelo passado. Descubra a origem do seu apelido.

Esteves - O primeiro Esteves poderá ter sido Lopo Esteves "cavaleiro, morador em Olivença, que longa e valorosamente serviu D. Afonso V, em Portugal e em África... " conta Manuel de Sousa no livro As Origens dos Apelidos das Famílias Portuguesas.

Delgado - Este apelido provem de uma alcunha. É díficil saber que foi o primeiro a usar este sobrenome, mas há quem aponte o cavaleiro do século XII, Paio Delgado.

Dinis - Não se sabe exatamente quem foi o primeiro Dinis em Portugal e em que época.

Publicidade
Publicidade

Sabe-se no entanto que este apelido era nome próprio (como ainda hoje é). Houve uma #Família de Chaves, no século XVI, que teve este apelido.

Domingues - Sabe-se que ouve uma família com este apelido no Alentejo, que descende do ramo dos Gralhos, mas também houve outra em Chaves, cujo os seus descendentes chegaram a cargos muito elevados (ligados por exemplo à Santa Inquisição).

Faria - Existem muitas dúvidas em relação às origens deste sobrenome. Poderá, eventualmente estar associado à freguesia de Farinha (Barcelos). Sabe-se que existiram muitos nobres com este apelido. No tempo de D. Afonso Henriques, existiu João de Faria que esteve ligado à arquiodiocese de Braga, e foi beatificado. As inquirições de D. Dinis e de Afonso III também mencionam vários Farias em Portugal. Em 1360, uma das testemunhas que assistiu ao casamento de D.

Publicidade

Pedro com Inês de Castro, era um cavaleiro: Garcia Martins de Faria.

Fernandes - Um nome que surge da inclinação de Fernando. O feitor de Flandres, no tempo do rei D. João II, era Diogo Fernandes Correia.

Ferrão - Possivelmente, o primeiro a usar este apelido foi Álvaro Gonçalves Ferrão, residente em Viseu, e que se casou com D. Branca Vaz da Costa. Este apelido já era usado no século XV e terá surgido como alcunha.

Figueira - Apelido com raízes em Espanha. No reinado de D. Fernando I, viveu em Portugal Gonçalo Figueira (ou Figueiroa), que deixou o seu apelido para os seus descendentes. No século XV, Lopo de La Higuera, oriundo de Toledo, recebeu a nacionalidade portuguesa através de D. João II, passando o seu apelido para Figueira.

Fonseca - Este sobrenome provem da origem da zona de Lamego, da honra de Fonseca. Talvez o primeiro Fonseca no nosso país tenha sido Mem Gonçalves da Fonseca, que viveu na mesma época de Afonso Henriques, e deixou descendentes.

Ferreira - Este sobrenome terá surgido em Herrera de Rupisberga (anteriormente Vila Ferrera), na então região de Castela. Em Portugal, o primeiro homem com este apelido terá sido D. Álvaro Roiz Ferreira, "rico homem de D. Sancho I, cujo filho D. Álvaro Ruiz Ferreira viveu na freguesia de Eiriz (atual concelho de Paços de Ferreira)", conta Manuel Sousa na obra As Origens dos Apelidos das Famílias Portuguesas. #História #Curiosidades