O FC Porto recebeu e goleou o BATE Borisov, da Bielorrússia, por 6-0, na abertura da fase de grupos da Liga dos Campeões. Dificilmente se poderia querer melhor estreia para Julen Lopetegui na competição. Brahimi foi a estrela da noite, ao apontar 3 golos. O argelino abriu o marcador aos 5 minutos, depois de um erro do guarda-redes Chernik. A resposta veio aos 11 minutos, mas o guarda-redes Fabiano respondeu da melhor forma quando Gordeychuk se isolou e veio até ao limite da grande área anular a ameaça do avançado do BATE. Jackson enviou uma bola ao poste pouco depois, e aos 32 minutos é novamente Brahimi, com uma clássica arrancada quase do meio campo a só parar no fundo da baliza.

Publicidade
Publicidade

Aos 37 minutos, Jackson voltava a marcar na Liga dos Campeões. Jogo arrumado, mas com o Porto sem vontade de abrandar o ritmo e Lopetegui a exigir mais dos seus jogadores. Aos 56 minutos, livre directo e hat-trick de Brahimi, para receber depois uma monumental ovação do público ao ser substituído por Evandro aos 59 minutos. Adrián Lopez faria o 5º golo, aos 61 minutos, e Aboubakar, entrado aos 64 minutos para render Jackson Martínez, faria o gosto ao pé aos 76 minutos para encerrar as contas. O FC Porto teve 64% de posse de bola, 20 remates contra 7 do BATE, e 552 passes completos contra 226 dos bielorrussos - ou seja mais do dobro. E embora seja certo que não seria de esperar uma grande performance do BATE na prova, sendo um clube com um fraco currículo europeu e de um campeonato pouco competitivo, ainda assim, a eficácia e a atitude dos portistas - jogando no seu estádio, que foi há tempos considerado o segundo mais temido do mundo num inquérito feito por um site especializado em futebol, perdendo apenas para a Arena de Turim, da Juventus - são um óptimo tónico para o resto da fase de grupos e também a melhor forma de esquecer o empate com o Vitória de Guimarães da jornada anterior da Primeira Liga.

Publicidade

No outro jogo do grupo H, o Athletic Bilbau e o Shaktar Donetsk empataram a zero golos. Isso significa que o FC Porto se colocou no comando isolado do grupo, com 3 pontos, com 1 ponto para Bilbau e Donetsk e 0 pontos para o BATE Borisov.