Numa noite em que o mau tempo imperou, o #Benfica teve sérias dificuldades para derrotar uma equipa do Mónaco que parecia ter-se deslocado à Luz apenas para "empatar" a equipa vermelha e branca. Foi preciso que o génio de um jogador com nome estranho imperasse e fizesse com que os cerca de 32.000 adeptos que se deslocaram ao estádio pudessem finalmente gritar golo. Apesar disso, o 1-0 final parece ter ficado muito aquém daquilo que os benfiquistas desejavam. Até onde poderá ir este Benfica de Jorge Jesus, que durante 6 anos de estadia na Catedral só foi campeão duas vezes?

É certo que a equipa está na liderança do campeonato e ainda na taça de Portugal, mas as exibições têm deixado um pouco a desejar e os golos teimam em aparecer apenas no final do jogo ou em situações criativas deste ou daquele jogador.

Publicidade
Publicidade

Já para não falar das fracas exibições na liga milionária que fazem com que à quarta jornada a equipa da luz tenha apenas 4 pontos e esteja ligada à máquina para poder passar aos oitavos de final desta competição.

Será que está na altura de mudanças radicais na estrutura do campeão nacional ou será apenas uma fase que passa com o tempo? Parece que a grande mudança de jogadores na equipa não teve o impacto que se esperava no clube e que este ficou carente de alguns pilares que tinha na época passada. Expressões como "15 minutos à Benfica" já não são tão usadas pois a equipa tem deixado muito a desejar nas suas exibições apesar das vitórias para o campeonato e para a taça de Portugal.

Apesar de todos estes pequenos grandes problemas, os adeptos parecem não querer largar a equipa tendo ontem, mais uma vez, mostrado que estão ao lado do clube e dos jogadores até debaixo de água.

Publicidade

Não só as claques como todos os adeptos que seguem o Benfica em todos os jogos têm sido incansáveis no seu apoio e na sua demonstração de amor ao clube. Não deve ser fácil cantar cânticos de motivação e de incentivo quando o clube está a perder e não mostra capacidades para mudar o resultado. Nisso os adeptos têm sido exemplares. Mas até quando vão aguentar estas vozes e estas palmas caso as exibições menos conseguidas e resultados instáveis continuem?

Parece que o "mister" Jorge Jesus terá de mudar a sua forma de ver o jogo para poder sobreviver na liga milionária!