A aventura de Cláudio Ranieri à frente da seleção grega durou pouco. Cinco meses depois, e após conseguir apenas um ponto em quatro jogos, a federação grega decidiu prescindir do técnico. A gota de água foi a derrota caseira frente às Ilhas Faroé no passado fim de semana. O técnico italiano pretende receber os 800 mil euros/ano que teria direito até final do contrato.

Ranieri é um nome sonante quando se pensa em treinadores europeus. Tem no seu currículo passagens por alguns emblemas históricos do #Futebol europeu: Cagliari, Nápoles, Fiorentina, Parma, Juventus, Roma, Inter de Milão em Itália; Valência, por duas vezes, e Atlético de Madrid, em Espanha.

Publicidade
Publicidade

Chelsea, em Inglaterra e Mónaco, em França, além da seleção grega, são os principais destaques da carreira de Ranieri. Emblemas que poderiam mostrar que o técnico italiano teria uma carreira repleta de conquistas e títulos. No entanto, Ranieri "apenas" tem 8 títulos no seu palmarés.

Outro facto digno de registo, para quem representou tantos e tão bons clubes, é que Ranieri nunca venceu o campeonato principal de nenhum dos países por onde passou. Os únicos títulos conquistados pelo italiano foram em divisões secundárias. Em Itália pelo Cagliari (levando o clube desde a 3ª até à 1ª Divisão em épocas consecutivas) e em França, pelo todo-poderoso Mónaco, trazendo o clube monegasco de volta ao principal campeonato francês.

Apesar de tudo isto, Ranieri continua ano após ano a conseguir contratos (avultados) nos melhores clubes europeus, passando de emblema em emblema sem vencer ou vencendo pouco, mas sempre como um dos grandes mestres da arte do futebol.

Publicidade

Normalmente acaba despedido e a negociar elevadas somas por incumprimento salarial. Desta vez, Ranieri reclama 1,6 milhões de euros pelo que faltava do contrato.

Em Inglaterra era conhecido como "Tinkerman". Um termo depreciativo associado ao treinadores que estão constantemente a mudar a equipa e a fazer experiências ao longo de toda a época.

Qual será o próximo clube/seleção de Ranieri? Quem será o próximo presidente/administração a candidatar-se a "vítima"? #Selecção