O Atlético Mineiro conquistou a Taça do Brasil. Depois de vencer 2 - 0 em casa, o Galo foi ao Mineirão conquistar nova vitória. Desta vez, por um golo apenas. Diego Tardelli foi o herói da noite ao apontar o único golo do jogo.

No clássico mineiro que decidia o vencedor da Taça do Brasil, o Atlético Mineiro defendeu a vantagem conquistada na primeira mão da final da competição. Há 15 dias, no Independência, os atleticanos venceram o seu histórico rival por duas bolas a zero.

A jogar em casa, o Cruzeiro que se sagrou bi-campeão brasileiro no passado fim-de-semana, precisava ganhar por mais de um golo de diferença.

Publicidade
Publicidade

No entanto, foi o Galo quem assumiu, para espanto dos espectadores, as rédeas do jogo desde o primeiro minuto. O técnico Levir Culpi tinha optado por poupar a maioria dos titulares no jogo do campeonato, de modo a surpreender o Cruzeiro através da frescura física dos seus atletas. E conseguiu-o. O Cruzeiro apenas por uma vez rematou à baliza de Victor.

Depois de várias oportunidades de golo desperdiçadas ao longo do primeiro tempo, Tardelli (45') não perdoou uma desatenção dos centrais do Cruzeiro e abriu o marcador pouco tempo antes de o árbitro mandar o jogo para o intervalo.

No segundo jogo, a Raposa tentou inverter os acontecimentos mas o Atlético Mineiro, mais fresco, mais pragmático, conseguiu controlar o jogo conseguindo sempre incomodar o guarda-redes adversário. Nos últimos minutos, os alvi-negros ficaram reduzidos a 10 por expulsão de Leandro Donizete.

A festa do #Futebol voltou a Belo Horizonte.

Publicidade

Os clubes mineiros dominaram novamente o futebol brasileiro. Depois de em 2013 o Atlético ter vencido a Libertadores (o equivalente à Champions League na América do Sul) e o Cruzeiro o campeonato, em 2014 os azuis celestes revalidaram o título brasileiro enquanto o Atlético conseguiu a primeira "Copa" da sua história. Um troféu que marca também o final do mandato de Alexandre Kalil que em dezembro "cederá" a presidência ao seu atual vice, Daniel Nepomoceno.