O #Sporting CP venceu o Sporting de Espinho por 5-0, em encontro a contar para a quarta eliminatória da Taça de Portugal em futebol. O jogo decorreu no Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira. A vitória não ilustra as dificuldades que os leões vindos de Lisboa tiveram de superar, reflectindo antes a quebra física dos tigres da Costa Verde, aliada à superioridade artística dos sportinguistas no final do jogo. Para o Espinho, valeu a exibição e a moralização para melhores resultados no Campeonato Nacional de Séniores.

O jogo começou com mais posse de bola e iniciativa da equipa da Primeira Liga, assumindo as responsabilidades do jogo, como seria de esperar. Contudo, o golo não apareceu, e a partir do primeiro quarto de hora o entusiasmo inicial dos leões começou a esmorecer. Contudo, aos 32 minutos surgiu finalmente o golo, com João Mário a finalizar depois de um belo cruzamento de Capel. Mesmo assim, isso não foi suficiente para desequilibrar de imediato a partida, pois o Sporting de Espinho continuava com frescura física e determinação.

No início da segunda parte, o Sporting insistiu com 3 remates, a que o guarda-redes Stephane respondeu com 3 boas defesas. Ao mesmo tempo, os tigres tentavam também a sua sorte, criando duas ocasiões reais de golo através de Williams. Mas, aos 62 minutos, Capel acabava por marcar o 2-0, respondendo de cabeça a cruzamento de Carlos Mané. A partir daí, com o jogo praticamente decidido, o Sporting de Espinho começou a quebrar física e psicologicamente. Aos 6 minutos, Montero recebe a bola de calcanhar, finta dois adversários e fuzila, de baixo para cima, a baliza do Espinho, num golo de belo efeito. Tanaka marcou um penalti aos 77 minutos, e aos 81 minutos Montero marcou o seu segundo da partida. Ainda antes do final, Ricardo Esgaio assinou um belo pontapé de bicicleta que fez a bola entrar na baliza espinhense, mas o árbitro invalidou o lance por fora-de-jogo.

No final da partida, o treinador Calica, do Sporting de Espinho, assinalou o 2-0 como o momento decisivo da partida, mas realçou que a equipa mostrou qualidade para conseguir melhores resultados que os alcançados até agora no campeonato. O Sporting de Espinho é último da sua série do Campeonato Nacional de Séniores. Também falou aos jornalistas o presidente José Vieira, que aproveitou a exposição mediática para lançar um apelo: "não deixem morrer o Sporting de Espinho", numa alusão às dificuldades financeiras porque passam muitos clubes pelo país fora.