Há um ano o ex-piloto alemão Michael Schumacher sofreu o trágico acidente de esqui nos Alpes franceses. Foi no dia 29 de dezembro de 2013 que Michael Schumacher, sete vezes campeão Mundial de Fórmula 1, caiu e bateu com a cabeça numa pedra, em Méribel. Depois de ter sido resgatado por um helicóptero, foi transportado para o Hospital de Grenoble, a cerca de 15 quilómetros do local do acidente, onde chegou em coma. Foi submetido a uma cirurgia ao cérebro e esteve vários meses em coma.

Foi muita a especulação em torno das causas do acidente de Schumacher. Segundo informações, o alemão, que estava acompanhado pelo filho, Mick Betsch, caiu e bateu com a cabeça numa rocha quando esquiava fora da pista da estância, sofrendo um traumatismo cerebral grave, apesar de usar um capacete, que acabou por se partir com o impacto.

Publicidade
Publicidade

As reações começaram a surgir no mundo inteiro. Oliver Panis, ex-piloto francês, visitou Schumacher enquanto este se encontrava internado e Filipe Massa, ex-colega, publicou na sua conta do Twitter "Que Deus te proteja, meu irmão". Também foram várias as polémicas envolvidas neste caso, uma vez que alguns relatórios médicos foram roubados. Um alemão, funcionário da empresa Rega, foi preso por suspeitas de roubo, mas algum tempo depois foi encontrado morto.

Foi em 2014, nomeadamente em Abril, que os sinais de melhoras começaram a surgir, quando o piloto saiu do coma induzido, mas só em Junho saiu do hospital. Schumacher já tinha sofrido um grave acidente em 1999, quando partiu uma perna num despiste e em 2009 teve um acidente de moto, em que sofreu lesões na coluna e no pescoço. Atualmente, Schumacher, de 45 anos, está a recuperar na sua residência, na Suíça, mas pouco se sabe acerca do seu estado de saúde.

Publicidade

No entanto, segundo informações não oficiais, vive dependente da sua cama e da cadeira de rodas. Segundo Philippe Streiff, amigo e antigo piloto, Schumacher "ainda não recuperou a fala, mas comunica com o olhar". No entanto, encontra-se com "graves problemas de memória" e está a começar a reconhecer a família, nomeadamente a mulher e os filhos, revela. #Famosos