No último encontro dos oitavos de final da Taça de Portugal, o Braga foi à Luz derrotar o #Benfica por 2-1. Tal como no jogo a contar para a Liga, os encarnados até foram os primeiros a marcar mas os "Guerreiros" do Minho voltaram a dar a volta. Os bracarenses continuam a ser a única equipa em Portugal que já derrotou o Benfica, e já o fizeram por duas vezes. Os encarnados perdem assim a oportunidade de revalidarem a conquista do troféu.

Na Luz, perante uma boa assistência, Benfica e Braga disputavam a última vaga ainda em aberto para os quartos de final da Taça de Portugal. A responsabilidade maior pertencia aos lisboetas uma vez que são os detentores do troféu, isto para além do facto de a eliminatória se disputar no seu terreno.

Publicidade
Publicidade

E foi o Benfica a se adiantar no marcador por Jonas (33'), resultado que se manteve até ao intervalo. Uma primeira parte onde parecia que o Benfica, se se tivesse esforçado um pouco mais, poderia ter chegado ao descanso com uma vantagem ainda maior.

No segundo tempo, o Benfica entrou com Pizzi no lugar de Enzo Pérez e a qualidade do futebol dos campeões nacionais, e detentores da Taça de Portugal, decaiu drasticamente. Os encarnados precisaram de 15 minutos para se encontrarem. Um quarto de hora fatídico para os da casa uma vez que os bracarenses, durante esse tempo, deram a volta ao marcador. Primeiro por Aderlan Santos (48') - que voltou a marcar depois de ter também apontado o golo que valeu os três pontos no jogo da Liga frente ao Belenenses - e depois por Pardo (58').

O Benfica ainda tentou chegar ao empate até ao final mas, mesmo quando conseguiu ultrapassar a organizada defesa do Braga, encontrou na baliza um inspirado Kritsyuk que por três ou quatro vezes - com defesas soberbas - impediu o segundo golo dos da casa.

Publicidade

O Braga junta-se, nos quartos de final, ao Sporting, Marítimo, Nacional, Belenenses, Gil Vicente, Famalicão e Rio Ave. Estes serão os emblemas que estarão representados no sorteio que realizar-se-á na próxima segunda-feira, na sede da Federação Portuguesa de Futebol.