Depois de ter acolhido este ano o Campeonato Mundial de #Basquetebol masculino, Espanha prepara-se para voltar a estar no epicentro da modalidade. Na votação realizada durante o dia de ontem - que tinha como objectivo escolher o anfitrião da 18ª edição do Mundial de basquetebol feminino - os números foram claros. Espanha, a candidata vencedora, reuniu um total de 18 votos, enquanto o seu único concorrente, Israel, não foi além de cinco. Houve, ainda, três abstenções numa votação levada a cabo pelos 26 membros do comité da Federação Internacional de Basquetebol (FIBA).

Em declarações à imprensa, Patrick Baumann, secretário-geral da FIBA, agradeceu a proposta de candidatura de ambos os países, salientando ter tido "razões para acreditar que ambos poderiam acolher um torneio de primeiro nível mundial".

Publicidade
Publicidade

Por seu turno, o presidente da Federação Espanhola de Basquetebol, José Luis Sáez, admitiu o desejo de querer "impulsionar, em conjunto com a FIBA, um novo conceito" não só para a modalidade, mas também para o desporto feminino. O campeonato feminino decorrerá entre 1 a 9 de Setembro de 2018 e contará com 24 países participantes. Os jogos das fases de grupo serão realizados num total de quatro cidades - Sevilha, Bilbau, Granada e na Grã-Canária. Já as meias-finais e a final serão disputadas em Madrid e Barcelona.

Espanha soma e segue

Apesar de ser sempre um privilégio receber um campeonato desta envergadura, Espanha já tem a experiência necessária para o fazer. Na modalidade de basquetebol, este país está bem representado, não só na equipa masculina, mas também na feminina. A selecção espanhola feminina é uma das melhores a nível mundial, contando com inúmeras vitórias no seu portfólio.

Publicidade

Habituado a figurar em lugares cimeiros, o basquetebol feminino espanhol costuma marcar lugar em muitas finais e semi-finais. A nível europeu, Espanha foi campeã em 1993 e no ano passado, numa final disputada com a França, em que "la roja" venceu por 1 ponto, sendo o resultado final 70-69. Foi ainda vice-campeã em 2007, tendo alcançado o terceiro lugar em 2001, 2003, 2005 e 2009. Já no que respeita a campeonatos mundiais, a equipa espanhola continua a alcançar bons resultados, tendo sido vice-campeã na 17ª edição do Mundial de Basquetebol que decorreu este ano na Turquia.