Dois golos de Lima (36m e 56m) foram suficientes para o #Benfica sair vencedor do clássico com o FC Porto, no Dragão. Num jogo que os dragões dominaram do princípio ao fim do encontro, a vitória sorriu à formação lisboeta. O avançado brasileiro, Lima, marcou dois golos, um em cada parte do jogo. A equipa comandada por Jorge Jesus aumentou a vantagem sobre o segundo classificado do campeonato português da 1ª Liga em futebol, precisamente o FC Porto, para seis pontos .

Os azuis e brancos entraram para este jogo praticamente na máxima força, com excepção para a lesão do jovem internacional português, Ruben Neves. Lopetegui apresentou uma surpresa no onze inicial: o defesa central Ivan Marcano jogou no lugar de Maicon Roque.

Publicidade
Publicidade

De resto, os portistas entraram com Fabiano na baliza e um quarteto defensivo com Danilo, Martins Indi, Marcano e Alex Sandro. O meio campo começou com três homens: Casemiro no vértice defensivo, tendo à frente Olivier e Herrera. No ataque jogaram nas alas Brahimi e Tello, juntamente com o ponta de lança internacional colombiano; Jackson Martinez. Entraram no decorrer do encontro: Quintero, Ricardo Quaresma e Aboubakar.

O Benfica entrou com o seu onze praticamente habitual, embora tenha surpreendido de alguma forma a não inclusão do avançado brasileiro, Jonas. Assim sendo, o onze inicial encarnado foi o seguinte: Júlio César; Maxi Pereira, Lusão, Jardel e André Almeida; Samaris, Slavio, Enzo Peréz e Gaitán; Talisca e Lima. Jogaram também César, Pizzi e Ola John.

Para a história fica esta vitória encarnada no Estádio do Dragão, por 2-0 com os golos a serem da autoria do já referido Lima.

Publicidade

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, mostrou-se visivelmente satisfeito com o triunfo diante de uma equipa que, no seu entender é bastante forte e compacta. "Conseguimos ser felizes no jogo e em vários lances, e o #Futebol é mesmo isto", referiu.

Para a estatística, importa mencionar que este jogo fica também na história por ter sido a primeira vitória de Jorge Jesus sobre o FC Porto no Estádio do Dragão de sempre para o campeonato. Sobre este dado, o técnico português não valorizou muito. "Comigo as coisas já bateram no "top", não dou muita importância a esses dados. Vocês, jornalistas, é que têm de pegar nessas coisas para fazer histórias. É bom para o ego mas não mais que isso", comentou Jorge Jesus.

No final do encontro o treinador do FC Porto, Julen Lopetegui, disse que estava satisfeito com a exibição da sua equipa, apesar da derrota. "Fizemos coisas boas, apesar da derrota. Em alguns jogos nesta temporada fizemos muitas coisas mal e acabamos por ganhar esses jogos", disse. Sobre os violentos protestos no decorrer do primeiro golo do jogo, o antigo guarda-redes espanhol referiu que se tratou de mal entendido, porque no seu entender "o jogador que fez a reposição da bola antes do golo pisou a linha, pelo que o lance é invalidado. Tivemos azar mas vamos continuar a trabalhar porque há um campeonato para ganhar", concluiu.