Éric Abidal anunciou em conferência de imprensa na Grécia, que vai abandonar os relvados aos 35 anos. O defesa central representava o Olympiacos e afirmou que "tomei a decisão de terminar a minha carreira profissional aqui, no Olympiacos, por motivos pessoais". Tendo várias propostas para continuar ligado ao #Futebol, por enquanto o internacional francês disse que vai "gozar umas férias junto da família", antes de decidir o próximo passo. O anúncio de Abidal surge poucos dias depois de Thierry Henry, ele também futebolista francês, ter tornado pública a sua decisão de terminar a carreira futebolística.

A carreira

Éric Abidal jogou sempre ao mais alto nível no futebol mundial.

Publicidade
Publicidade

Em 2000 iniciou a sua carreia no Mónaco (actual clube do médio Bernardo Silva), tendo depois seguido para clubes como o Lille (2002-2004) e o Lyon (2004-2007). A grande mudança na sua carreira ocorreu em 2007, ao transferir-se para o gigante Barcelona. Nos culés travou imensas batalhas, desde conquistas internacionais até à luta contra o cancro.

Em 2013 regressou a casa, depois de uma despedida emocional em Barcelona. Actuou novamente pelo Mónaco até 2014, ano em que se viria a transferir para o Olympiacos. E é no clube grego que acaba uma carreira recheada de títulos. Abidal representou também a selecção francesa entre 2004 e 2014, contando 67 internacionalizações. Participou nos Campeonatos do Mundo em 2006 e 2010.

A doença

Enquanto representava o Barcelona, Éric Abidal travou uma difícil batalha.

Publicidade

A 15 de Março de 2011 foi-lhe diagnosticado um tumor no fígado, tendo sido necessário submeter-se a uma intervenção cirúrgica. Em Agosto do mesmo ano, Abidal tem uma boa recuperação e regressa aos relvados na final da Liga dos Campeões, capitaneando o Barcelona contra o Manchester United e vencendo por 3-1. Ergue assim um dos troféus mais importantes da sua carreira.

No entanto, a recuperação sofre um revés e em Março de 2012 o tumor avança para um estado mais crítico. Abidal afasta-se novamente da equipa por um ano. Submete-se a nova cirurgia e volta novamente aos relvados por apenas 4 jogos pelo Barcelona.

Estatísticas de Éric Abidal

  • 2000-2002, Mónaco (Presenças: 26)
  • 2002-2004, Lille (Presenças: 68)
  • 2004-2007, Lyon (Presenças: 107, Golos: 2)
  • 2007-2013, FC Barcelona (Presenças: 193, Golos: 2)
  • 2013-2014, Mónaco (Presenças: 29)
  • 2014, Olympiacos

Retira-se assim um dos melhores centrais que os relvados internacionais tiveram a oportunidade de receber. Éric Abidal marcou uma geração em França, mas também no gigante europeu Barcelona, onde a sua batalha contra o cancro inspirou o Mundo.