Depois de medirem forças na Taça de Portugal, Sporting de Braga e Vitória de Guimarães voltaram a encontrar-se, desta vez a contar para a Liga. O Vitória procurava os três pontos que o recolocariam de novo na vice-liderança do campeonato. A vitória do Braga colocaria os arsenalistas muito perto do 3º lugar. Acabou em branco, mas não tanto. Dez cartões amarelos e três vermelhos deram muita cor a uma noite em que nenhum dos protagonistas conseguiu transformar em golos o bom #Futebol praticado. Este resultado deixa o Braga na 5ª posição (perdeu um lugar para o Sporting), com 21 pontos. O Guimarães também perdeu um lugar, para o FC Porto, mas mantém-se como a revelação da prova, ocupando o 3º lugar com 27 pontos, menos um que o FC Porto e menos 4 que o líder, o Benfica.

Publicidade
Publicidade

Em Arouca aconteceu a surpresa da jornada. O Penafiel (era último antes do jogo) foi a Arouca conquistar os três pontos. Foi a primeira vitória dos penafidelenses fora de portas. Capela (12') apontou o golo que valeu os três pontos. Uma importante vitória para a equipa de Penafiel, ainda para mais tendo jogado os últimos 20 minutos com menos um elemento. O Penafiel subiu ao 17º lugar com 7 pontos, o Arouca é 15º com 9.

Em Moreira de Cónegos, num jogo entre duas equipas que vêm fazendo um bom campeonato e exibindo futebol de qualidade, mandaram os da casa. O Moreirense venceu o Paços de Ferreira por 2-0 com golos de André Simões (45+2') e Rodrigo Battaglia (82'). O Moreirense subiu à 9ª posição, com 16 pontos, enquanto o Paços de Ferreira mantém o 7º lugar com 19 pontos.

Publicidade

A jornada 12 fecha esta noite na Madeira com o dérbi local. Nacional e Marítimo defrontam-se a partir das 20 horas na Choupana. O Marítimo tem estado melhor no campeonato e ocupa a 10ª posição com 15 pontos, enquanto o rival Nacional é 14º com 9 pontos. São duas equipas que partiram para o campeonato com aspirações de conquista de um lugar que permitisse o acesso a uma prova europeia, mas que se encontram muito longe dos seus objetivos. Mais um fator a dar importância ao dérbi madeirense. Ninguém pode perder.