Rabat continua a assistir à campanha surpreendente da equipa neozelandesa. Depois de eliminar os marroquinos do Athletic Tetouan, deixou ontem pelo caminho os campeões africanos em título. Um golo foi suficiente para carimbar a passagem às meias-finais do Campeonato do Mundo de Clubes. No banco, mas a sofrer, e muito, esteve o amadorense João Moreira que em declarações exclusivas à Blasting News descreveu o ambiente que se vive no seio do Auckland City: "Aqui sente-se muita felicidade e alegria pois esta passagem às meias-finais é um grande passo para nós".

Depois de ter eliminado a equipa da casa na marcação de grandes penalidades (3-4), o Auckland City partia para estes quartos-de-final frente ao ES Sétif como outsider, mas uma vez mais a equipa treinada por Ramon Tribulietx surpreendeu tudo e todos e bastou o golo de John Irving aos 52 minutos para colocar a Nova Zelândia no "radar" do #Futebol Mundial.

Publicidade
Publicidade

Seguem-se agora os campeões da Copa Libertados, o San Lorenzo. Já com esse jogo frente aos argentinos no pensamento, o avançado de 28 anos tem consciência das dificuldades que a sua equipa vai encontrar, mas garante que a vitória está no pensamento da turma neozelandesa: "O San Lorenzo é um adversário mais difícil, mais organizado com grandes jogadores. Sem dúvida que vai ser um jogo interessante e o nosso foco está claro na vitória do Auckland City".

No final desta partida épica, o treinador dos neozelandeses também não escondeu a alegria, sublinhando o "orgulho nos seus jogadores que jogaram extremamente bem. Depois dos 120 minutos muito duros no primeiro jogo, hoje (ontem) foi inacreditável o que fizeram frente aos campeões de África". Para quarta-feira, dia das meias-finais, João Moreira confirmou ainda à Blasting News que não vai poder dar o contributo aos seus colegas, mas garante que vai estar de fora a apoiar: "Infelizmente não vou jogar porque estou a recuperar de uma lesão grave, mas vou estar 100 % a torcer por eles para conseguirem a vitória".

Publicidade

A viver um verdadeiro "conto de fadas", tal como é descrito pelo site oficial do Auckland City, será com o pensamento na "terra dos sonhos" que os neozelandeses vão tentar fazer uma nova surpresa e passar a perna ao San Lorenzo. Tudo para conferir às 19:30 da próxima quarta-feira.