Terminou este domingo em Doha, no Qatar, a 12ª edição dos Campeonatos do Mundo de Natação de Piscina Curta. A competição ficou marcada pelos inúmeros recordes do mundo que foram batidos. Katinka Hosszu, da Hungria, foi uma das figuras da prova, ao alcançar quatro medalhas de ouro. Quanto à participação portuguesa, ficou marcada pelo sétimo lugar de Diogo Carvalho nos 200 metros estilos. O nadador do Galitos garantiu ainda os mínimos para os Europeus de 2015, nos 400 metros estilos.

No último dia de competição os recordes do mundo continuaram a cair, à semelhança do que sucedeu nos dias anteriores. Sarah Sjostrom destacou-se este domingo ao conquistar duas medalhas de ouro e ao bater dois recordes do mundo.

Publicidade
Publicidade

Primeiro, nos 100 metros mariposa, a nadadora sueca saltou para a água para completar a distância em 54,61 segundos, tornando-se na primeira mulher a nadar abaixo dos 55 segundos. Sjostrom retirou 44 centésimos à anterior marca, que estava na posse da francesa Diane Bui Duyet desde 2009. A sueca deixou na segunda posição a chinesa Ying Lu e a dinamarquesa Jeanette Ottensen no terceiro posto.

Pouco depois, Sarah Sjostrom superiorizou-se nos 200 metros livres. A nadadora nórdica terminou com o tempo de 1 minuto, 50 segundos e 78 centésimos, destronando o recorde de Federica Pellegrini, que vigorava desde 2009, e que estava fixado em 1 minuto, 51 segundos e 17 centésimos. A húngara Katinka Hosszu ficou na segunda posição e foi impossibilitada de conquistar a quinta medalha de ouro em Doha.

Publicidade

A medalha de bronze foi entregue à holandesa Femke Heemskerk.

Ainda nas senhoras, mas na estafeta feminina dos 4x50 metros estilos, o quarteto holandês foi o mais rápido. Inge Dekker, Femke Heemskerk, Maud van der Meer e Ranomi Kromowidjojo fixaram um novo melhor tempo mundial em 1 minuto, 34 segundos e 24 centésimos, retirando 1,5 segundos à anterior marca, que as próprias tinham obtido nas eliminatórias. O quarteto holandês, que já tinha conquistado o ouro nos 4x200 e 4x100 metros livres, deixou no segundo posto a seleção dos Estados Unidos da América. A Dinamarca ficou com a medalha de bronze.

No quadro masculino, Markus Deibler foi um dos protagonistas da derradeira jornada. O nadador alemão superiorizou-se nos 100 metros estilos e logo com uma nova melhor marca mundial. Deibler nadou em 50,66 segundos, tirando 5 centésimos ao anterior recorde que pertencia a Ryan Lochte. O norte-americano teve de se contentar com o bronze, ficando atrás do russo Vladimir Morozov.

No que diz respeito aos atletas portugueses, Diogo Carvalho ficou no 16º posto nas eliminatórias dos 200 metros mariposa.

Publicidade

O nadador luso do Galitos percorreu a distância em 1 minuto, 54 segundos e 43 centésimos, ficando acima do tempo da final, que ficou fixado em 1 minuto, 52 segundos e 67 centésimos. Ao longo de toda a competição, Diogo Carvalho obteve ainda um sétimo lugar, nos 200 metros estilos, distância onde bateu o recorde nacional com o tempo de 1 minuto 53 segundos e 70 centésimos, e "carimbou o passaporte" para os Europeus de 2015, nos 400 metros estilos. Os próximos Campeonatos do Mundo de Natação de Piscina Curta terão lugar em 2016 em Windsor, Ontário, no Canadá.