Tottenham e Manchester United abriram a última jornada da Premier League antes do novo ano, e não foram além de um empate a nulo. Esperava-se uma deslocação difícil dos red devils a White Hart Lane; prova disso são as poucas oportunidades criadas pelo seu trio d'ataque temível - Rooney, van Persie e Falcão, todos eles titulares. Antonio Valencia foi ainda substituído ao intervalo por lesão. O Manchester United fica assim a 7 pontos do rival City, que também não conseguiu vencer a sua partida. Quanto aos Spurs, mantêm-se no 7º lugar com os mesmos pontos do West Ham.



Manchester City não aproveita escorregadela do Chelsea para se aproximar do topo

O Chelsea de José Mourinho teve hoje uma deslocação complicada ao terreno do Southampton - José Fonte foi titular e capitaneou os Saints -, ao empatar a uma bola no The Stadium of Light. Sadio Mané inaugurou o marcador para o Southampton aos 17', com uma arrancada fulgurante e um golo de belo efeito, fazendo um chapéu a Courtois. A terminar a 1ª parte, Eden Hazard empatou para os blues, com mais uma assistência de Fabregas.

Quanto ao campeão Manchester City, tinha aqui uma excelente oportunidade para ficar apenas a um ponto do Chelsea.

Publicidade
Publicidade

Os citizens receberam o penúltimo classificado Burnley e viram-se em vantagem desde cedo. Os golos de David Silva aos 23' e de Yaya Touré aos 33' faziam adivinhar um jogo fácil e confortável para o City, mas a partir daí tudo mudou. O Burnley veio do intervalo revigorado e marcou logo aos 47' por George Boyd. Aos 81', Ashley Barnes empatou a partida e silenciou o Etihad Stadium. O Manchester City mantém-se assim no 2º lugar a 3 pontos do Chelsea.

Arsenal vence o derby de Londres

Num derby emocionante e electrizante, o Arsenal levou a melhor sobre o West Ham no Boleyn Ground. Os gunners apenas precisaram de 4 minutos para resolver a partida, já que Winston Reid cometeu grande penalidade sobre Cazorla aos 41', com o espanhol a converter com sucesso. Practicamente na jogada seguinte aos 44', Oxlade-Chamberlain assistiu Danny Welbeck para o 0-2.

Publicidade

O West Ham nunca deixou de acreditar e aos 54' Kouyate reduziu para os hammers. Até final, o conjunto de Arsène Wenger teve que sofrer bastante para segurar a curta vantagem. Com esta vitória, o Arsenal alcançou os lugares europeus, estando agora no 5º lugar com os mesmos pontos do Southampton.

Nos restantes jogos da 19ª Jornada da Premier League, o último classificado Leicester obteve uma vitória importante no terreno do Hull City; QPR - Crystal Palace e Aston Villa - Sunderland terminaram sem golos, enquanto que o Stoke City recebeu e venceu o WBA por 2-0. O Newcastle venceu o Everton no seu estádio num belo jogo de #Futebol, por 3-2. Amanhã (29/12) termina a 19ª jornada, com o Liverpool a receber o Swansea, de Nélson Oliveira.

José Mourinho e a conspiração contra o Chelsea

Sendo o homem de convicções fortes que é, José Mourinho ainda acredita seriamente que existe uma conspiração contra o Chelsea. Após o empate frente ao Southampton, o técnico português disse que "vários meios de comunicação, comentadores e dirigentes exercem uma pressão constante sobre os árbitros. Isto só prova que há uma campanha contra o Chelsea." As críticas de Mourinho foram dirigidas também ao árbitro da partida, Anthony Taylor, após um suposto penalty sobre Fabregas que não foi marcado.

Publicidade

"Todos viram que foi penalty. O senhor árbitro cometeu um grande erro hoje."

Na próxima jornada (01/2015) o Chelsea tem mais uma difícil deslocação, desta vez a White Hart Lane para defrontar o Tottenham, em mais um grande derby de Londres.