O Real Madrid continua a sua cavalgada para uma temporada de sucesso. Desta feita a vítima foi o Cruz Azul, que sofreu uma pesada derrota por 4 bolas a zero nas meias-finais do Mundial de Clubes. Os golos do jogo foram assinalados por Sérgio Ramos, Benzem, Gareth Bale e Isco. Desta vez, o goleador máximo do clube, Cristiano Ronaldo, não marcou; no entanto, não passou ao lado do jogo, sendo eleito o homem do jogo. O treinador Carlo Ancelotti desvalorizou o facto de Cristiano Ronaldo não ter marcado, afirmando que irá marcar na final da prova.

Com mais este triunfo, esta é já a 21ª vitória consecutiva de Real Madrid, que caminha a passos largos para o título do Campeonato Espanhol, que lhe fugiu na época transacta.

Publicidade
Publicidade

O grande desempenho de Cristiano Ronaldo é um dos factores determinantes neste início época, em que o Real Madrid soma 55 golos marcados, sendo 25 da autoria do internacional português. O Real Madrid assume-se como uma equipa com um poderio ofensivo inigualável, compensando assim uma defesa não tão eficaz, que consentiu 13 golos em 15 partidas.

Depois da conquista da 10ª Liga dos Campeões, o Real parece ter-lhe tomado o gosto e, na presente edição, teve uma prestação irrepreensível, com seis vitórias nos jogos realizados, somando um total de 18 pontos, com 16 golos marcados contra apenas 2 sofridos. O Real Madrid encontra-se na frente e como favorito na conquista dos títulos máximos nas competições em que participa. Já com o troféu da Supertaça Europeia a residir em Santiago Barnabéu, o Real encontra-se na frente da corrida como favorito a vitória da Liga dos Campeões que, a concretizar-se, será a 11ª, sendo também favorito à vitória na liga espanhola.

Publicidade

O Real terá um início de ano 2015 relativamente calmo, excepto o jogo com o Valência, a realizar-se no início de Janeiro. O mês de Fevereiro será muito importante nas aspirações merengues: jogarão com o Atlético de Madrid, campeão em título, e disputarão ainda o primeiro jogo dos oitavos de final da Liga dos Campeões, frente ao Shalke 04. #Futebol