Foi ontem, em Marraquexe, que o Real Madrid conquistou o seu 4º Mundial de Clubes. O clube espanhol bateu na final o San Lorenzo (Argentina) por 2-0. Num jogo praticamente de sentido único, os merengues não tiveram dificuldade em bater uma turma argentina pouco ambiciosa e desligada do jogo. Dez anos depois, o Real Madrid volta a estar no topo do Mundo do #Futebol, sendo que a última conquista mundial tinha acontecido em 2002.

O Real Madrid entrou muito intenso no jogo e foi Cristiano Ronaldo a criar perigo por diversas vezes junto da baliza do San Lorenzo. No entanto, viria a ser o desbloqueador de serviço nas finais do Real Madrid a estar em foco.

Publicidade
Publicidade

Sérgio Ramos, após já ter sido decisivo na final da Liga dos Campeões em Lisboa e na meia-final do Mundial, abriu o marcador aos 37 minutos num golpe de cabeça, após canto do lado direito.

O San Lorenzo tentou discutir a partida, mas sem sucesso. Já com Fábio Coentrão em campo, Isco criou uma excelente oportunidade para Gareth Bale facturar aos 52 minutos, com Torrico a ficar mal na fotografia. Até final, o Real Madrid acelerou o jogo mais algumas vezes e o San Lorenzo nunca teve capacidade de resposta. O ex-sportinguista Romagnoli entrou aos 57' para o lugar de Verón.

Blancos históricos

O Real Madrid termina assim 2014 com um registo impressionante. O conjunto de Carlo Ancelotti somou a 22ª vitória consecutiva, mas não só. Ao conquistar o Mundial de Clubes, igualou o AC Milan como clubes com mais Taças Intercontinentais/Mundiais de Clubes conquistados (4).

Publicidade

Noutro registo impressionante, igualou o mesmo AC Milan e o Al-Ahly do Egipto como os clubes com mais títulos internacionais conquistados (20).

E o prémio de Melhor Jogador do Mundial de Clubes vai para...

Por muito impressionante que seja, desta vez Cristiano Ronaldo não está no topo do pódio. Pela sua consistência ao longo de todo o torneio, Sérgio Ramos foi considerado o melhor jogador do Mundial de Clubes. Os golos que desbloquearam a meia-final e a final contribuiram para esta decisão. Cristiano Ronaldo e Ivan Vicelich (Auckland City, 3º classificado do Mundial) receberam a prata e bronze, respectivamente. O capitão dos merengues, Iker Casillas, recebeu o prémio Fair-Play.

Cristiano Ronaldo junta mais um troféu à sua colecção

Cristiano Ronaldo continua a juntar troféus à sua incrível e já vasta colecção. Após ter conquistado tudo o que havia para conquistar no Manchester United, o melhor jogador do Mundo igual a proeza no Real Madrid. Ao conquistar o Mundial de Clubes, Ronaldo junta o troféu a um palmarés invejável: Campeão Espanhol (2011/2012), Taça de Espanha (2010/2011 e 2013/2014), Supertaça Espanhola (2012), Melhor Jogador de La Liga (2012/2013 e 2013/2014), Bota de Ouro (2013), Liga dos Campeões (2013/2014), Supertaça Europeia (2014) e o mais recente, Mundial de Clubes (2014).