Os dois maiores embaixadores do #Futebol português, Cristiano Ronaldo e José Mourinho, tiveram sortes diferentes na jornada deste fim de semana. Enquanto que Ronaldo assinou mais um hat-trick selando a vitória do Real Madrid sobre o Celta de Vigo por 3-0, José Mourinho sofreu a primeira derrota do campeonato no reduto do Newcastle por 2-1.

Real Madrid vence Celta de Vigo, com Ronaldo imparável

Começam a faltar adjetivos que caracterizem na perfeição a capacidade competitiva e profissional de Cristiano Ronaldo. Com 23 golos em apenas 13 jogos, esta noite o jogador português dizimou a defesa do Celta. Aos 36, 65 e 81 minutos Ronaldo fez tremer as redes da equipa de Vigo, mas aos 17 minutos num pontapé de bicicleta absolutamente soberbo, o astro português fez tremer a barra do Celta, ficando perto de marcar um golo que certamente entraria na história do futebol.

Publicidade
Publicidade

O Real elevou para 18 as vitórias consecutivas em todas as competições, para as quais contribuíram de forma decisiva as exibições e performances de Cristiano Ronaldo. Para ser mais facilmente percebida a dimensão estratosférica dos números de Cristiano, enquanto jogador do Real Madrid, Ronaldo já marcou 201 golos, dos quais 24 hat-tricks e 4 pokers. Isto faz de Ronaldo uma lenda viva, uma vez que ficará para sempre na História do futebol mundial.

Chelsea chumba em Newcastle

Num jogo com uma carga emocional diferente, uma vez que Bobby Robson é um ícone do Newcastle e Mourinho foi adjunto dele, o Chelsea viu consumar-se a sua primeira derrota na Premier League. Apesar da ironia e sarcasmo que Mourinho utiliza nos momentos mais delicados da equipa, Mourinho hoje proferiu à imprensa inglesa que "Todos estavam à espera que o Chelsea perdesse um dia.

Publicidade

Sabia que uma derrota nossa daria direito a um feriado em Inglaterra".

Independentemente das polémicas, o Chelsea perdeu por 2-1 num jogo marcado pelo baixo índice de eficácia da equipa Londrina, desperdiçando várias oportunidades de golo. O golo do Chelsea foi marcado pelo veterano Drogba, decorria o minuto 83. Com a vitória do Mancheste City diante do Everton por 1-0 e consequente aproximação da liderança, o Campeonato Inglês promete emoção até final. Esta quebra do Chelsea poderá ser um bom pronúncio para o jogo do Sporting em Stamford Bridge na derradeira partida da fase de grupos da Champions.

Mourinho num estilo que lhe é muito familiar, retirou o peso que uma derrota pode trazer à equipa, referindo que quer ser campeão, não invencível. A classificação neste momento apresenta o Chelsea em primeiro lugar com 36 pontos sendo seguido pelo Man City com 33, um incrível Southampton com 26 pontos e pelo Man. United com 25 pontos. Apesar do Chelsea ter marcado passo nesta jornada, certamente na próxima redimir-se-á e em breve reconquistará mais pontos de vantagem para assegurar a conquista do campeonato.