O FC Porto entrou com o pé direito da Taça da Liga ao levar de vencida em Vila do conde, o Rio Ave por 1-0. O avançado internacional camaronês, Vicent Aboubakar marcou o único golo desta partida aos 61 minutos.

O treinador azul e branco, Julen Lopetegui organizou um onze inicial com várias alterações em relação ao último jogo fazendo alinhar Andrés Fernández, Ricardo Pereira, Iván Marcano, Diego Reyes, José Ángel, Casemiro, Evandro, Juan Quintero, Ricardo Quaresma, Adrián López e Vicente Aboubakar. Jogaram ainda José Campaña, Óliver Torres e Yacine Brahimi.

Pedro Martins, o técnico da formação da casa apresentou o seguinte onze: Ederson Moraes, Nuno Lopes, Prince Gouano, Rodrick Miranda, Alhassan Wakaso, Renan Bressan, Luís Gustavo, Marvin Zeegelaar, Yonathan Del Valle, William Jebor e Esmael Gonçalves.

Publicidade
Publicidade

No decorrer do encontro jogaram Diego Lopes, Pedro Moreira e Ukra.

Num jogo aberto e bem disputado, os pontos negativos vão para o mau estado do relvado que se foi deteriorando ao longo dos 90 minutos e para o frio intenso que se fez sentir. Apesar disso os jogadores das duas equipas protagonizaram vários lances de perigo junto das duas balizas mas a sorte do jogo sorriu aos Dragões com o golo a surgir a meio do segundo tempo.

No final da partida, Lopetegui afirmou que a sua equipa entrou com o objectivo que tem em qualquer jogo. "A nossa vontade e o nosso papel em qualquer jogo de qualquer prova é entrar para ganhar e somente, ganhar. Todavia estou satisfeito com a exibição pois criámos várias oportunidades para marcar e praticámos bom #Futebol em praticamente toda a partida. Com o campo muito irregular foi difícil fazer melhor mas ainda pecamos em muitas coisas.

Publicidade

Mas uma coisa é certa, vencemos bem, foi merecido porque fomos organizados", disse.

Por sua vez Pedro Martins mostrou-se satisfeito com a atitude do seu Rio Ave. "Foi um jogo bastante equilibrado. O FC Porto ganhou bem, teve a sorte do seu lado. Qualquer uma das equipas podia ter ganho mas ganhou a equipa que criou mais oportunidades e contra isso não há argumentos. Houve muita igualdade em diferentes aspectos do jogo com as equipas a mexerem-se bem. Devo dizer que estas mini-férias fizeram-nos bem pois contra o Belenenses os índices físicos apresentados foram péssimos. E neste encontro tivemos francamente melhor. Apesar do resultado estou satisfeito com a atitude e o jogo protagonizado pela minha equipa. Fomos honrados", finalizou o treinador da equipa de Vila do Conde.