As autoridades e a Federação Belga de #Futebol estão a estudar acções legais a tomar contra os adeptos do Standard Liège que exibiram uma faixa chocante do jogo com o Anderlecht no passado fim-de-semana. O gigantesco cartaz, onde se lia Red or Dead (vermelho ou morto), numa referência ao clube da casa, mostrava um homem mascarado empunhando uma faca numa mão e a cabeça do antigo jogador do FC Porto Steven Defour na outra. Recorde-se que, antes de se mudar para Portugal, o médio jogava no Standard Liège. Agora regressou à Bélgica para jogar no grande rival, o que, como se viu, não caiu nada bem aos adeptos da sua antiga equipa.

Esta coreografia dos seguidores mais fervorosos do Standard causou grande reboliço no país e ultrapassou mesmo as barreiras do futebol.

Publicidade
Publicidade

O ministro do Interior está a avaliar uma sanção que poderá passar por uma proibição de entrar no estádio durante cinco anos para os indivíduos envolvidos na acção, além de uma multa de cinco mil euros. "Estamos a trabalhar em conjunto com a polícia para apanhar o maior número possível de autores deste cartaz", disse uma porta-voz do Ministério do Interior belga.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Didier Reynders, também já deu a sua opinião sobre o assunto, considerando o cartaz "sem gosto, estúpido e inaceitável". No mesmo sentido, o ex-primeiro-ministro Yves Leterme, conhecido adepto do conjunto de Liège, expressou o seu desapontamento. "O Standard-Anderlecht foi estragado por uma minoria de adeptos. Continuo adepto, mas sinto-me envergonhado pelo cartaz", escreveu no Twitter.

O jogo foi, naturalmente, difícil para o ex-portista.

Publicidade

O jogador não conseguiu lidar com as críticas e a pressão e acabou por ser expulso depois de pontapear deliberadamente a bola contra uma secção do estádio onde estavam os adeptos locais. O acto gerou ainda alguma confusão na zona do Stade Maurice Dufrasne onde estavam as claques do Anderlecht, com o arremesso de cadeiras para o terreno de jogo. Para completar uma tarde para esquecer para Defour, o Anderlecht perdeu 2-0.